Governo já repassou quase 3 mil equipamentos aos trabalhadores de três feiras livres de Belém

Nesta segunda-feira (6), mais de 160 feirantes da 25 de Setembro receberam 1.008 itens para as atividades diárias, tais como freezers, fogões, balanças, entre outros

06/12/2021 13h57 - Atualizada em 06/12/2021 15h09

Consumidora cumprimenta o governador na Feira da 25, cujos trabalhadores foram contemplados com 163 itens utilitáriosFrequentadora assídua da Feira das 25 de Setembro, há pelo menos 50 anos, a aposentada Carmem Barbosa, de 76 anos, aprovou o repasse dos 1.008 equipamentos pelo Governo do Estado para os 163 trabalhadores do local. A consumidora prestigiou o ato de entrega nesta segunda-feira (6), pela manhã, de material utilizado pelos trabalhadores no dia a dia. A ação faz parte do programa “Governo Presente, Feira Decente”. A programação contou com a presença do governador, Helder Barbalho; do prefeito, Edmilson Rodrigues; de feirantes e de gestores dos órgãos estaduais, além de parlamentares das esferas municipal, estadual e federal.

Esse foi o terceiro repasse de material de trabalho feito por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) para os feirantes de Belém, totalizando até agora quase 3 mil itens. A finalidade da Secretaria é padronizar as feiras da capital, ofertando melhores condições de trabalho aos vendedores e assim oferecer um local com boas condições de compras para os frequentadores como Carmem Barbosa.

Fogões industriais, freezers, jogos de panelas de pressão, entre outros itens, foram entregues pelo Estado a feirantes na Feira da 25 “Estou com 76 anos e há pelo menos 50 eu venho nessa feira, mesmo não morando nesse bairro. Eu moro na Marambaia, mas gosto de vir aqui também. É a primeira vez que eu vejo esse tipo de ação, que com certeza, trará melhorias para nós, consumidores”, opinou a consumidora, Carmem Barbosa.

Em agosto deste ano, a Sedap repassou 720 equipamentos para os feirantes do Ver-o-Peso e, em novembro último, mais 1.144 aos trabalhadores do Guamá. Na Feira da 25 de Setembro, foram entregues mais de 1.008 equipamentos necessários ao trabalho de 163 feirantes.

O trabalhador da Feira 25 de Setembro, Zé Carlos, gostou da iniciativa do Governo do Pará, nesta segunda-feira (6)Entre os equipamentos do Kit Feira, que variam conforme a atividade do feirante, foram repassados 1.125 balanças digitais, 33 fogões industriais de 4 bocas, 4 fogões industriais de 2 bocas, 71 freezers, 38 caçarolas em alumínio de 22 litros, 38 caçarolas em alumínio de 20 litros, 38 panelas de pressão em alumínio de 10 litros, 250 caixas plásticas hortifruti agrícola, 163 facas em aço inox, 163 chaleiras em aço inox, 44 conchas para cereais, 3 estufas em inox e vidro para alimentos e 38 escorredores de alimentos em alumínio.

Durante o seu pronunciamento, o governador Helder Barbalho reiterou que o objetivo é de a ação chegar a todas as feiras de Belém. Ele lembrou dos locais que já receberam os equipamentos e frisou que o objetivo da parceria do Governo do Estado com a Prefeitura de Belém é o de melhorar a qualidade das feiras livres da cidade.

Feirantes e consumidores fizeram questão de demonstrar carinho e apreço pelo governador na Feira da 25, em BelémO chefe do executivo estadual citou a necessidade de adequamento dos trabalhadores à nova realidade econômica, que é cada vez mais urgente, uma vez que a concorrência com empreendimentos maiores, como os supermercados, por exemplo, é grande.

“Essa feira, há uns 20 anos, mais ou menos, era o único grande ponto de compra e venda que havia por aqui. Agora, existe a concorrência com outros empreendimentos. Está sendo construído um novo supermercado próximo. Mas, a feira não morre. Continua sendo ponto de encontro de muita gente, de muitos consumidores e precisa se aprimorar para atender as exigências do cliente”, destacou Helder Barbalho, lembrando da importância dos trabalhadores aderirem ao aplicativo disponibilizado pelo Governo do Estado, que oferecerá mais praticidade aos dois lados: de quem vende e de quem compra.

Ao lado da primeira-dama, Daniela, o governador abordou a importância de as feiras se modernizarem cada vez mais Produção - O secretário de desenvolvimento agropecuário e da pesca, Giovanni Queiroz, ressaltou que ação é inédita no Pará e que o governo do Estado vem investindo desde a ponta – com o incentivo à agricultura familiar – até a entrega final ao consumidor. “Essa ação contou com a sensibilidade do governador Helder Barbalho que se preocupou em melhorar a qualidade do nosso feirante, que acorda ainda de madrugada, para se deslocar ao seu trabalho. O programa repassa ferramentas de trabalho para melhor atender este trabalhador; a feira é um lugar frequentado por todos nós, e tendo melhores condições e estrutura para o feirante, logicamente atenderemos melhor ao consumidor”, observou Queiroz.

O secretário da Sedap ressaltou, ainda, que “o governador tem feito muito melhor, pois tem investido no setor produtivo para trazer produtos de qualidade ao consumidor do Pará. Então, as ações chegam à cadeia por completo: da produção ao consumidor com melhor qualidade”, declarou.

Caçarolas, panelas e chaleiras entregues na Feira da 25'O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, que pela primeira vez participou de uma programação dessa natureza após se recuperar da Covid-19, destacou que o trabalho de iniciativa do governo estadual fortalece a economia local e atinge, sobretudo, os trabalhadores com menor renda. “Que bom que o governador aportou milhões de reais para a aquisição desses equipamentos; que a gente siga nessa parceria. Todos saem ganhando: os trabalhadores desses locais e o consumidor que adquire produtos com mais qualidade”, ressaltou o gestor municipal.

Incremento -  Trabalhando na Feira da 25 há mais de 40 anos, o feirante Benedito Corrêa, de 53 anos, que recebeu um freezer e uma balança digital, disse que foi a primeira vez em todos esses anos que viu a entrega de material de trabalho aos feirantes.

“É uma ajuda para eu poder acondicionar a massa de caranguejo e de camarão que vendo; eu não tinha um eletrodoméstico adequado, pois o outro freezer que possuo é pequeno para guardar esses produtos. Eu trabalho também com peixes maiores e por isso esse equipamento vai ser ideal para guardar a massa e também as patas de caranguejo que vendo”, revelou o feirante.Feirante acena para governador nesta manhã de dezembro

 A colega de ofício, Sheila Gomes, que trabalha com hortifrúti, disse que os equipamentos possibilitarão que ela armazene com mais segurança os produtos que vende no dia a dia. “Os feirantes estavam precisando, pois a maioria não tem um freezer. Os que estão ganhando são realmente os que estavam necessitados por estar com os seus equipamentos sem condições de uso; minha balança, por exemplo, está quebrada  e é daquele modelo antigo, não é digital como essa aqui; isso vai oferecer mais segurança para nós que vendemos e ao nosso cliente”, assegurou a vendedora.

Uma das mais antigas feirantes do bairro, Rosa Amaral, que é presidente da Associação da Feira da 25 de Setembro, disse esperar que o repasse dos equipamentos resulte no incremento das vendas. “Isso tudo traz só melhora para a feira e para o consumidor, para mim que trabalho com tucupi, maniva cozida e crua e também jambu, essas panelas e o freezer vêm ajudar muito”, ressaltou a feirante que no próximo ano completará 60 anos trabalhando na Feira da 25 de Setembro.

*Texto de Rose Barbosa / Ascom Sedap

Por Governo do Pará (SECOM)