Edyr Góes, melhor jogador de basquete do Pará, ganha busto no Mangueirinho

A homenagem do governo do Estado é o reconhecimento ao primeiro paraense a jogar pela Seleção Brasileira de Basquete

01/12/2021 21h49 - Atualizada em 01/12/2021 23h45

O basquete paraense está em festa! Na noite desta quarta-feira (1º), o governador Helder Barbalho entregou, na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, em Belém, um busto em homenagem ao ex-atleta de basquetebol Edyr Maués Góes. O tributo foi realizado durante a programação de abertura oficial da 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes.Governador Helder Barbalho na entrega do busto de Edyr Góes, na presença de familiares do atleta homenageado

Edy, como era conhecido, é considerado por muitos como o melhor jogador de basquete da história do Pará. É o primeiro paraense a jogar pela Seleção Brasileira de Basquete, em 1961, disputando, com a camisa 4, o Campeonato Luso-Brasileiro. Edyr Góes foi convocado para vestir a camisa verde e amarela no Mundial de 1962, mas foi impedido por ter contraído malária.

“Certamente, a memória de Edyr Góes estará sempre aqui reportada por tudo aquilo que ele representou para o esporte paraense, e nacional. Um orgulho para todos nós. Imortalizá-lo com o seu busto é o reconhecimento que o Estado do Pará faz a este que, certamente, está na memória daqueles que admiram basquete no País”, ressaltou o governador Helder Barbalho.

“É uma felicidade pelo reconhecimento, principalmente porque meu pai já havia parado de jogar há mais de 50 anos e os amigos nunca esqueceram do legado dele. O sentimento da família é de muita alegria e emoção”, disse o filho do homenageado, Romeu Góes.

O idealizador do tributo é Nelson Maués, outro talento do basquete paraense nos anos 1960, que brilhou com as camisas do Paysandu e do Clube do Remo. Com o apoio de diversos outros atletas do passado e do presente, Nelson tomou a iniciativa de solicitar ao Estado a homenagem a Edyr Góes.

Esportista nato - De acordo com a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Edyr Maués Góes foi reconhecido como o grande astro do esporte de todos os tempos no Estado. Nascido em Belém, em 31 de janeiro de 1941, começou a praticar basquete aos 15 anos. Edyr era um esportista nato e, além do basquete, praticava outras modalidades esportivas, ganhando medalhas no atletismo, no salto em altura e salto em distância, além de praticar voleibol.Helder Barbalho, Edmilson Rodrigues e familiares do homenageado

Em junho de 1991, Edyr foi homenageado com uma placa de reconhecimento por seus anos como atleta, oferecida pela Federação Paraense de Basquete, Remo, Paysandu, Tuna Luso e COPM/Lumiar, que dizia: “Ao Edyr Góes, que amou tanto o basquetebol que se tornou o maior jogador paraense de todos os tempos, e foi exemplo de técnica, disciplina e dedicação para os que lhe sucederam”.

O maior nome do basquete paraense faleceu em 22 de fevereiro de 2013, vítima de câncer, provocado por um tumor no pescoço. Os grandes feitos nas quadras eternizaram o nome de Edyr Góes na história do basquetebol paraense.

Por Leonardo Nunes (SECOM)