População de Curralinho recebe serviços da Caravana de Cidadania

Municípios do Marajó são prioridade para a Sejudh na retomada dos serviços oferecidos pela Caravana

13/06/2021 15h55 - Atualizada em 14/06/2021 14h51

A sede municipal de Curralinho, no Arquipélago do Marajó, recebeu neste domingo (13) o primeiro dia de serviços da Caravana de Cidadania e Direitos Humanos, em parceria com a Polícia Civil e Defensoria Pública. A Escola Municipal Francisco Chagas foi oferecida pela Prefeitura Municipal para a ação, que também as outras atividades da Caravana, como emissão de documentos, ofícios para os cartórios e serviços de saúde. 

A abertura do evento em Curralinho contou com a participação do secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, José Francisco Pantoja. O prefeito de Curralinho, Cléber Edson dos Santos Rodrigues, também esteve no local ao lado de outras autoridades municipais.José Francisco Pantoja destacou o compromisso do Estado com a população do Marajó

Prioridade - “A Sejudh é uma Secretaria extremamente importante para o Estado do Pará, que por meio das suas coordenadorias leva cidadania a todos os paraenses”, ressaltou José Francisco Pantoja. “Assim que conseguimos retornar com nossas ações, o Marajó foi nossa prioridade, pois sabemos que a demanda pelos serviços da Secretaria é alta”, acrescentou.

Ao longo do dia, serviços como emissão de RG e ofícios para segunda via de certidões de nascimento e óbito, além de orientações jurídicas e relacionadas ao direito do consumidor, marcaram o primeiro dia de ação. Houve ainda vacinação para a Covid-19 e testes rápidos para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) estavam disponíveis ao público.

O prefeito Cléber Edson dos Santos Rodrigues destacou que municípios do Marajó têm carência de diversos serviços, entre eles o RG. “Nosso objetivo, enquanto gestão, é sempre garantir mais cidadania à  população, para que os direitos dos curralinenses sejam sempre garantidos”, disse o gestor. 

Somente neste primeiro dia foram ofertadas 250 RGs, 100 ofícios para cartórios e outros serviços.

Por Gerlando Klinger (SEJUDH)