Policlínica Itinerante realiza 1.755 atendimentos no Marajó

Programa do Governo do Estado assegura consultas médicas, exames laboratoriais e de raio x, tomografias, entre outros serviços de Saúde

02/04/2021 16h39
Por Michelle Daniel (NGTM)

A população do Arquipélago do Marajó recebeu os serviços de Saúde da Policlínica Itinerante para casos leves e moderados de Covid-19, entre 22 de março até esta quinta-feira (1º). O Programa segue em todo o Estado, e nesse período, já realizou 1.755 atendimentos em municípios como Soure, Salvaterra, Cachoeira do Arari e Santa Cruz do Arari. 

Os atendimentos, sem prévio encaminhamento, foram oferecidos de 8h às 17 h, e contaram com equipes multiprofissionais, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e pessoal administrativo.

Com capacidade para 250 atendimentos por dia, o principal objetivo da Poli Itinerante tem sido levar os primeiros cuidados médicos e assistenciais, além de medicamentos, para quem está com sintomas iniciais da doença.

A população do Marajó teve acesso a consultas médicas, exames laboratoriais e de raio X, teste rápido para Covid-19 e medicação prescrita pelos médicos. Em alguns municípios também foram realizados exame de tomografia.

“A ação do Marajó considero proveitosa, atendemos crianças também. Nossa principal missão é fortalecer os cuidados e garantir assistência para essas pessoas, que estão acometidas pela doença ou que estão com suspeitas”, afirma Lilian Gomes, diretora-executiva da Policlínica Metropolitana.

Ela informou que, “a exemplo do que foi feito no ano passado, as ações itinerantes são importantíssimas para subsidiar os municípios mais distantes e garantir o acesso do paciente e da população a um médico, a cuidados e à assistência direta. Isso vem para fortalecer a assistência”, reiterou Lilian Gomes, diretora-executiva da Policlínica Metropolitana.

Com os dados do Marajó, de janeiro até o dia 1º de abril de 2021, sobe para 58.441 o número de atendimentos realizados pelas policlínicas itinerantes em todo o Estado, contabilizando também 101 pessoas atendidas no primeiro dia, ontem, de ação em Tracuateua e 74 em Colares, ambos municípios do nordeste paraense, região que recebe desde o último dia 30 a Poli Itinerante.

Nessa região nordeste, as ações estão programadas para serem realizadas até o dia 15 de abril, e nesse período estão inclusos os municípios de Bragança, Vigia, Augusto Correa, Bujaru, São Caetano de Odivelas, Viseu e Acará.