Governo do Estado anuncia edital de licitação para construção do Pronto-Socorro do Benguí

A sétima unidade de saúde a ser entregue pelo governo estadual terá 110 leitos para ampliar o atendimento na Grande Belém

12/01/2021 19h49 - Atualizada em 12/01/2021 21h04
Por Carol Menezes (SECOM)

O governador Helder Barbalho (c), ao lado do prefeito Edmilson Rodrigues e de outros gestores, anunciou a publicação do edital que dará início ao processo de construção do PSM do BenguíO Governo do Pará elegeu como uma de suas prioridades o investimento amplo na área de saúde. Além da entrega do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), no distrito de Icoaraci, e da Policlínica Metropolitana, dois espaços que se tornaram decisivos no combate à pandemia de Covid-19 em Belém, houve incremento no número de leitos, na qualidade dos serviços e especialidades ofertados, dentre outras melhorias. O governador Helder Barbalho escolheu esta terça-feira (12), dia do aniversário de 405 anos da capital paraense, para anunciar mais uma parceria com a prefeitura para a construção de um pronto-socorro no Distrito Administrativo do Benguí/Nova Belém (Daben).

"Será publicado nesta quarta (13) o edital de licitação para a construção de um PSM na Avenida Augusto Montenegro, para atender não só aos moradores do Benguí, mas também de Icoaraci, Outeiro, ilhas, Tapanã, Mangueirão e mesmo o bairro do Coqueiro, em Ananindeua. Serão 110 leitos, que ajudarão a desafogar os prontos-socorros da 14 de Março e do Guamá, reforçando o atendimento de urgência e emergência na capital", anunciou Helder Barbalho.Os investimentos do Estado em saúde pública ampliam a oferta de vários serviços para a população da capital e do interior

De acordo com diretores da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), o empreendimento deve fortalecer a oferta em saúde na Região Metropolitana de Belém. “O Hospital Pronto-Socorro do Benguí será edificado na Avenida Augusto Montenegro, entre o Residencial José Homobono e a sede do Iterpa (Instituto de Terras do Pará). Nós já contratamos os projetos executivos, que vão ser entregues até o final de julho. Após análise e considerações desses projetos, nós fecharemos o processo e encaminharemos para a licitação, a fim de contratar a empresa executora da obra”, informou Arnaldo Dopazo, secretário adjunto de Gestão e Obras da Sedop.

A Policlínica Metropolitana, outra unidade da rede pública estadual, foi referência no combate à pandemia de Covid-19Desde 2019, o governo do Estado já entregou seis unidades hospitalares: o HRAS; o Hospital Regional dos Caetés, em Capanema, região nordeste; o Hospital Santa Rosa, em Abaetetuba, Região de Integração Tocantins; o Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba, no sudoeste; o Hospital Regional Público de Castanhal, na RMB, e o Hospital Público Geral de Castelo dos Sonhos, distrito de Altamira, na Região de Integração Xingu.

Poli Metropolitana – Entregue em janeiro de 2020, apenas no primeiro mês de funcionamento a Policlínica realizou 4,5 mil atendimentos médicos e outros procedimentos. São oferecidas na Policlínica mais de 30 especialidades médicas, dentro de uma capacidade para 1,5 mil atendimentos diários. Além dos 52 consultórios, a unidade conta com 25 salas para exames de análises clínicas, de imagem e métodos gráficos, como tomografia computadorizada, mamografia digital, ultrassonografia (geral e doppler), densitometria óssea, raios-X digital, entre outros. Também conta com duas salas para cirurgias ambulatoriais, 12 boxes de coleta laboratoriais, farmácia e sala de urgência.

Em abril de 2020, a unidade passou a funcionar exclusivamente para o atendimento de pacientes com sintomas de Covid-19. Foram 71 dias em que mais de 44 mil pessoas foram atendidas na unidade, que voltou ao atendimento ambulatorial em julho do mesmo ano.Hospital Regional Dr. Abelardo Santos é uma das unidades entregues pelo governo do Estado em Belém

Hospital Abelardo Santos - Com 279 leitos clínicos e 98 de terapia intensiva (UTI), o HRAS atende 19 especialidades, incluindo nefrologia, cirurgia vascular, urologia, neurocirurgia, neurologia endovascular e ginecologia.

Em média, realiza 385 atendimentos diários, considerando atendimentos de urgência e emergência, e nas demais especialidades. Desde sua reabertura, em setembro de 2019, realizou mais de 122 mil atendimentos.