Estado recebe Cúpula da Hydro que reafirma compromisso com Usinas da Paz

11/01/2021 17h17 - Atualizada em 12/01/2021 00h22
Por Leonardo Nunes (SECOM)

O governador Helder Barbalho recebeu, na tarde desta segunda-feira (11), membros da cúpula da empresa Hydro. Na oportunidade, o presidente executivo da área de negócios de bauxita e alumínio, John Thuestade,  e o vice-presidente de relações governamentais, Anderson Baranov, reafirmaram o compromisso de parceira no projeto de três Usinas da Paz em áreas já atendidas pelo programa Territórios Pela Paz (TerPaz) nos bairros do Guamá, Terra Firme e Jurunas. A reunião de trabalho foi realizada no Palácio dos Despachos, em Belém.

A parceira prevê o investimento de R$ 60 milhões, por parte da Hydro, para a construção dos espaços que irão beneficiar mais de 220 mil pessoas. “Precisamente falar do TerPaz que já estamos iniciando algumas obras. Viemos dar o status e alinhar a maneira de trabalhar daqui para frente, já que envolve mais de uma Secretaria. Foi tudo bem alinhado hoje”, explicou Anderson Baranov.

Anderson BaranovO vice-presidente de relações governamentais da Hydro também explicou que a reunião de trabalho abordou obras de infraestrutura e mobilidade em Barcarena. “Falamos também do Plano de Mobilidade de Barcarena em que o prefeito pediu apoio através do termo de compromisso que temos com o Estado. Com aval do governador, vamos avançar nas discussões e negociações”, detalhou.

O vice-presidente, Anderson Baranov, classificou a reunião de trabalho como produtiva. “Isso mostra uma grande parceria entre Governo e Hydro em busca de uma melhor sociedade, atender às necessidades da empresa e também da população”, avaliou.

Também participaram da reunião, o prefeito de Barcarena, Renato Ogawa, os diretores da Hidro, Eduardo Figueiredo e Domingos Campos, além de membros do Poder Executivo Estadual.

Usinas da Paz - As Usinas da Paz terão complexos esportivos, salas de audiovisual, inclusão digital e vários serviços, como atendimento médico e odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, ações de segurança, escola de gastronomia, além de espaços integrados e de multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também haverá áreas para cursos livres, dança, artes marciais, musicalização e biblioteca.