Fotografias vencedoras do concurso ‘Olhar de Servidor’ são expostas no Espaço São José Liberto

05/11/2020 17h04 - Atualizada em 05/11/2020 18h04

A cena se repete cotidianamente no rio que circunda a cidade de Breves: pessoas de origens mais humildes, em suas canoas simples, se aproximam das embarcações maiores para pedir doações de roupas, dinheiro, alimento e outros donativos. O registro que mistura realidades amazônicas foi captado pelo servidor público estadual Cel Marcelo Ronald Souza, da Polícia Militar do Pará, e é uma das fotografias que compõem a mostra “Olhar de Servidor”, aberta a partir desta sexta-feira (06), às 17h, no Espaço São José Liberto.

As 18 imagens selecionadas no concurso realizado pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), foram premiadas em três categorias: ‘Nosso Patrimônio’, ‘Nossa Diversidade’ e ‘Nossa Gente’. A exposição é uma parceria entre Seplad, Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Instituto de Gemas e Jóias da Amazônia (Igama) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), e segue até 18 de novembro, com visitação de terça a sábado, das 10h às 18h, domingos e feriados, das 10h às 16h.

Participando pela primeira vez de um concurso de fotografia, o Sub-Comandante Geral da PM, Coronel Marcelo Souza, venceu em 2° lugar no subtema ‘Nossa Gente’, com a fotografia ‘Desencanto das Águas’. Sua forte relação com a região do Marajó resultou em vários registros fotográficos, como a imagem premiada. “Criei coragem por ter me identificado com a proposta do concurso. Não sou profissional da área, mas costumo fotografar nas horas vagas. Fui comandante da região de Breves e via e ouvia as histórias das pessoas e suas dificuldades. Achei o concurso uma oportunidade para expor essas carências. Embora o Marajó nos lembre um lugar paradisíaco, por trás dos encantos existe uma realidade de muitos desencantos. Daí o título da fotografia”, explica.

Para a arte-educadora Maria Rafaelle do Nascimento, da Secretaria de Estado de Educação, participar do concurso foi gratificante, tanto na vida pessoal quanto profissional. “Na minha atuação como docente da educação básica, tenho desenvolvido trabalhos que buscam despertar a criação artística dos meus alunos e um deles é a fotografia. Eu já fotógrafo há oito anos, desde que engravidei do meu filho José, que foi a grande inspiração dos meus primeiros clicks. A ‘FotoAfeto’ foi feita um mês antes do edital do concurso, durante um ensaio com uma colega, e se encaixou perfeitamente na categoria. A junção da natureza e a maternidade foram os elementos que inspiraram o registro”, explica.

Concurso

A premiação promovida pela Seplad teve o objetivo de reconhecer o talento fotográfico dos servidores públicos do Estado. Foram 60 servidores premiados, 20 em cada subtema, que receberam de valores entre R$ 500,00 e R$ 2.600,00.

A secretária de Planejamento e Administração, Hana Ghassan, destaca a qualificação e a valorização dos servidores públicos como instrumentos importantes de transformação. "Esta é mais uma etapa da estratégia do governo de valorização. Estamos muito felizes com a participação e o engajamento dos servidores e com a qualidade dos trabalhos que recebemos. A exposição das peças valoriza o trabalho e traz ainda mais reconhecimento”, disse.

“No dia da entrega da premiação do concurso havia um clima de muita alegria entre os servidores e seus familiares. Foi um momento marcante de reconhecimento destes talentos ocultos, mas latentes. A qualidade dos trabalhos foi surpreendente e sentimos que havia ali uma exposição prontinha para a fruição de um público mais amplo. São registros poéticos e profundos de um Pará que já é pródigo em grandes talentos da fotografia. A parceria entre as Secretarias para a montagem da exposição é mais uma demonstração do trabalho integrado neste governo que estimula as construções coletivas”, afirmou a secretária Ursula Vidal.

Serviço

Exposição “Olhar de Servidor”
Período: 06 a 18/11 (com abertura no dia 06 às 17h)
Horários de visitação: terça a sábado, das 10h às 18h, domingos e feriados, das 10h às 16h
Local: Espaço São José Liberto
Entrada franca

Por Thaís Siqueira (SECULT)