Governo do Estado leva ações da Policlínica Itinerante à Portel, na ilha do Marajó

Até o final da manhã de hoje (2) foram atendidos 500 casos suspeitos de Covid-19

02/06/2020 17h28 - Atualizada em 05/06/2020 18h19
Por Caroline Rocha (SECOM)

Governador destaca que a implementação dessas ações tem permitido que não haja o avanço do coronavírus nesses municípiosO governador do Pará, Helder Barbalho, esteve na manhã desta terça-feira (2) em Portel, no arquipélago do Marajó, onde a população está recebendo desde segunda-feira, os serviços da Policlínica Itinerante, iniciativa do governo do Estado, que está levando atendimento médico a vários municípios paraenses e intensificando o combate ao novo coronavírus. Até o final da manhã de hoje, tinham sido atendidos 500 casos suspeitos de Covid-19.

Poli Itinerante segue para outros municípios também do Marajó

Portel é o 8º município a receber a Policlínica Itinerante, que conta ainda com cinco consultórios, uma ambulância, um tomógrafo para a realização de exames de captação de imagens em alta definição e segue com os atendimentos até nesta quarta-feira (3).

Estiveram acompanhando o governador Helder Barbalho, o prefeito de Portel, Manuel Maranhense; os deputados estaduais Dr. Daniel Santos, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa); Luth Rebelo e as deputadas estaduais Renilce Nicodemos e Michele Begot, além do secretário regional de Governo do Marajó, José Antônio Azevedo Leão (Xarão Leão).

Segundo o prefeito de Portel, Manuel Maranhense, a parceria em favor da população é o mais importante. "Eu fico feliz por essa parceria. A gente está trabalhando neste momento um por todos e todos por um e quem ganha com isso é a população".

Para a dona Elizabeth dos Santos, 49 anos, assegurar medicamento para quem precisa é imprescindível.

"Eu acho essa ação muito importante, principalmente pela oferta de medicamento. Quando eu descobri que estava com Covid-19, não tinha medicamento, só tinha para quem estava internado. E com essa ação eu vejo quem precisa tendo acesso ao medicamento. Este dia de hoje está dando oportunidade para muita gente se tratar. Na minha casa, seis pessoas foram atendidas na ação", disse.

"Eu já tomei remédio mas ainda não passou, então eu vim aqui. Foi uma coisa que o governador proporcionou para a gente, porque cada dia mais está aumentando os casos. E isso vem melhorar a saúde. E o povo também tem muito medo de ir ao hospital, de ir à sentinela. E aqui não, eles vêm e com isso melhora", avaliou Ângela Costa dos Santos, 40 anos.

O governador Helder Barbalho afirmou que o importante é avançar no atendimento precoce, buscando identificar pacientes que estejam com sintomas leves e moderados do coronavírus. "É importante que neste momento, os pacientes possam ter devidamente o diagnóstico como também o tratamento para evitar o agravamento do quadro de saúde e, consequentemente, as complicações advindas dessa enfermidade. Este modo de tratamento tem se transformado numa grande solução de enfrentamento à Covid-19 e a implementação dessas ações tem permitido que não haja o avanço do coronavírus nesses municípios", disse o governador.

Sobre a iniciativa de descentralização dos serviços para o interior do estado, o governador lembrou que replicar ações da Policlínica no interior busca manter a mesma estratégia utilizada na Região Metropolitana. "A Policlínica Itinerante, neste momento, tendo atenção ao Município de Portel, mas já estivemos em Breves, e daqui vamos seguir para outros municípios também do Marajó: Melgaço, Curralinho, Oeiras do Pará. Vamos atuar no Marajó Oriental: Soure, Salvaterra, Ponta de Pedras, Muaná, São Sebastião da Boa Vista, portanto, buscando atender ao maior número de cidades no Estado", garantiu.

Unidades itinerantes desafogam atendimento nos hospitais

O conceito da Policlínica é de evitar que as pessoas agravem, para que, com o atendimento precoce, não haja necessidade de internação ou de tratamento intensivo. Em caso de tratamento intensivo e internação, o governo do Estado montou o hospital de campanha em Breves, utilizando a estratégia de município polo e, junto ao hospital de campanha de Breves, também viabilizando a logística de helicóptero UTI para facilitar o deslocamento desses pacientes.

O deputado estadual e presidente da Alepa, Dr. Daniel Santos parabenizou o governo do Estado pela iniciativa de levar para Portel, um dos municípios mais importantes do Marajó, as ações da Policlínica Itinerante. "Acompanhei o início dos trabalhos da Policlínica Itinerante aqui em Portel. A iniciativa leva médicos e remédios para toda a nossa população".

Convênio - O governador lembrou ainda que, em Portel, o governo do Estado possui um convênio assinado com o município para garantir com que haja a reforma do hospital. "Acabei de acertar com o prefeito, no sentido de garantir com que as obras não tenham paralisação, que haja conclusão do hospital para que essa reforma represente uma qualidade melhor no atendimento em saúde ao povo de Portel". Portel é o município com maior extensão territorial do Arquipélago do Marajó (25.326 km2), possuindo atualmente 62 mil habitantes.

Ampliação - Durante a agenda, o governador Helder Barbalho detalhou os investimentos que o governo do Estado tem feito para ampliar a oferta de leitos. Ele destacou que ainda nesta terça-feira (02) estão chegando mais seis novos leitos de UTI para o hospital de campanha de Breves. "Neste momento, nós já estamos com 14 leitos de UTI no hospital de Breves e com mais esses seis, nós vamos para 20 leitos de UTI. Ontem, eu autorizei, inclusive, que pudessem ser, finalmente, concluídas as obras da hemodiálise no Hospital Regional de Breves, que também atenderá a esta população do Marajó. Portanto, o governo do Estado está fazendo todos os investimentos e as ações que cabem ao governo do Estado e deseja, claro, a soma para que cada município também possa fazer o seu dever de casa e nós possamos com a junção de esforços garantir atendimento para a população" finalizou o governador.