Governo amplia leitos na região oeste e assina convênio para análise de exames de Covid-19

28/05/2020 19h29 - Atualizada em 28/05/2020 21h11
Por Ronan Frias (COHAB)

Vinte novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) vão ser somados à rede hospitalar da região oeste do Pará. O anúncio foi realizado, nesta quinta-feira (28), pelo governador Helder Barbalho durante agenda em Santarém. O reforço é uma das ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus no Estado.

"Aqui em Santarém a estratégia é voltada a região oeste. Estamos com 53 leitos de UTI e avançando para mais 20 leitos nos próximos dias. Portanto, chegaremos a 73 leitos deste tipo na cidade. Já na próxima semana, reforçaremos a estrutura hospitalar com a entrega do Hospital Regional do Tapajós em Itaituba com 164 leitos", informou o governador Helder Barbalho.

Durante a agenda oficial realizada, Helder acompanhou os atendimentos de saúde aos pacientes de Covid-19 que são realizados no Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará (HRBA) onde foram assinados dois importantes convênios médicos. O primeiro garantirá a contratação de uma UTI Móvel para o deslocamento de pacientes. O segundo documento permitirá que exames de pacientes de Covid-19 sejam analisados em Santarém.

"Levando em conta as peculiaridades e as distâncias da região, estamos com um helicóptero UTI e autorizei a contratação de uma ambulância UTI para também fortalecer o transporte viário. O laboratório é uma demanda importante que há muito tempo se aguardava, além da permissão dos investimentos para que não haja necessidade dos exames serem analisados em Belém. Evitamos assim, a centralização dos atendimentos na capital, o que acarreta custo logístico e tempo. Com esses investimentos, teremos diagnóstico mais rápido, qualidade e informações para fortalecer as estratégias em saúde para o enfrentamento da Covid-19", analisou Helder.

Acompanhado pelo secretário de integração regional do oeste do Pará, Henderson Pinto; do prefeito do município, Nélio Aguiar; e de outros vereadores da região, o governador do Pará avaliou as instalações do Hospital de Campanha, conversou com os profissionais de saúde e ouviu pacientes. 

Para Henderson Pinto, "o governo do Estado está montando as estruturas necessárias para oferecer a estrutura adequada ao atendimento das pessoas com o coronavírus e dando apoio para que os municípios adquiram medicamentos", avaliou.

Reforço à saúde da região

O governo do Estado enviou, no início desta semana, 18 novos respiradores que reforçaram o atendimento aos pacientes com Covid-19 na região. Agora, o município possui 53 leitos exclusivos para o tratamento do novo coronavírus.

O Hospital de Campanha recebeu 10 destes equipamentos. Já o Hospital Regional do Baixo Amazonas, que é referência para toda a região do oeste do Pará, recebeu o reforço de oito respiradores e agora conta com 35 leitos de UTI exclusivos para pacientes da Covid-19.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará registrou em Santarém, até as 13h de hoje, 370 casos de Covid-19, 20 óbitos foram causados pela doença, que apresenta uma taxa de letalidade de 5.41%.

Sobre o Hospital de Campanha

Em funcionamento há pouco mais de um mês, o Hospital de Campanha de Santarém tem 120 leitos, sendo 110 clínicos e 10 de estabilização. Até a manhã da quarta-feira (27), 106 pessoas receberam alta. Parte da equipe multiprofissional que compõe o atendimento no Hospital é formada por médicos que adiantaram a formatura pela Universidade do Estado do Pará. 

Luiz Chaves, médico recém-formado, entrou no mercado profissional já com o objetivo de reforçar o enfrentamento ao novo coronavírus. "Nós estamos atendendo aqui com toda atenção. Nossa equipe vem batalhando para que os pacientes sejam atendidos da melhor forma, então eu digo para todos: se possível, fiquem em casa. Por mim, por quem você ama e principalmente por você", reforçou o médico.

Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará

Trinta municípios fazem parte da rede de atenção e tratamento da Covid-19, sendo 14 no Baixo Amazonas, seis no Tapajós e nove no Xingu. Até a tarde desta quinta-feira (28), 18 pacientes foram transportados no helicóptero médico que atende a região.

Cidades atendidas pelo HRBA: Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém, Mojuí dos Campos, Terra Santa, Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Rurópolis, Trairão, Placas, Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.