Passeio virtual aproxima público do Theatro da Paz

Secretaria de Cultura lança plataforma digital que faz um 'tour' pela casa de espetáculos

07/05/2020 11h55 - Atualizada em 07/05/2020 12h38
Por Josie Soeiro (SECULT)

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), mais uma vez aposta nas ferramentas digitais para aproximar o público da arte. A partir desta quinta-feira (7), será possível fazer uma visita ao Teatro da Paz sem sair de casa com o projeto 'Tour Virtual do Theatro da Paz'.

Despaços do interior do teatro podem ser acompanhados no tour virtual

A casa de espetáculos, fundada em 1878, é uma das mais importantes do país e está com suas visitas guiadas e espetáculos suspensos, desde o dia 17 de março, em cumprimento das medidas de segurança anunciadas pelo Estado de prevenção à propagação do novo coronavírus. Agora, por meio de um link no site theatrodapaz.com.br, as pessoas poderão acessar até 10 espaços do interior do teatro. 

Segundo o diretor do Theatro da Paz, Daniel Araújo, a ideia surgiu ainda no começo de 2019 e foi concretizada agora, justo no momento em que as pessoas não podem sair de casa. “Eu já tinha observado o serviço em várias casas de espetáculos do mundo, e acho que o Theatro da Paz merecia isso por ser uma joia, uma preciosidade da nossa arquitetura, da nossa cultura, com tanta relevância para o nosso estado e país. Torná-lo acessível à distância é fundamental. Pessoas daqui e do outro lado do mundo agora poderão visitar um teatro desse porte na Amazônia e isso é muito gratificante”, destacou o diretor. 

O Theatro da Paz foi erguido durante o período conhecido como ciclo da borracha e recebe mensalmente cerca de 6.500 pessoas, entre visitas guiadas e público presente aos espetáculos. Para a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, a democratização do acesso ao Theatro da Paz e os investimentos permanentes na manutenção estrutural da casa de espetáculos são missões contínuas abraçadas pelo Governo.

“O Theatro da Paz ocupa um espaço também simbólico no coração dos paraenses, na memória dos visitantes. Esta arquitetura imponente, erguida no coração da Amazônia, em uma praça cercada de Samaumeiras, nos oferece contrastes só possíveis neste lugar, que viveu um tempo de luxo e delicadeza, presentes nos detalhes decorativos e arquitetônicos de cada quadrante deste prédio. Se a crise também gera oportunidades, as portas do Theatro da Paz agora se abrem para o mundo, numa experiência virtual que estimulará, ainda mais, o desejo da visita presencial, quando este longo e doloroso inverno passar”, reiterou a secretária.