Solenidade marca entrega da nova sede do MPPA em Ananindeua

Prédio possui sistemas sustentáveis com captação de energia solar e aproveitamento de águas pluviais

10/02/2020 14h21 - Atualizada em 11/02/2020 09h37
Por Jackie Carrera (SECOM)

A sede do Ministério Público de Ananindeua foi totalmente reformulada.

Nesta segunda feira (10), em Ananindeua, foi realizada a solenidade de entrega da reforma da sede do Ministério Público do Estado do Pará do município, que foi inaugurada há 25 anos. Diversas autoridades políticas e do poder judiciário estiveram presentes para visitar e prestigiar as novas instalações. O governador do Estado, Helder Barbalho e o procurador-geral do MP, Gilberto Valente, presidiram a cerimônia.

A sede tem 1906 metros quadrados de área construída. Após a reforma, o prédio ficou composto por 13 gabinetes com salas de apoio. Um deles para plantão institucional, quatro salas de secretarias, salas multiuso, de reunião e chefias de apoio à coordenação. A sede atende a legislação e normas de acessibilidade, com banheiros acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Possui sistema de circuito fechado de TV e alarmes, a fim de garantir conforto e segurança a todos. Possui ainda sistemas sustentáveis com captação de energia solar e aproveitamento de águas pluviais.

Autoridades políticas e do poder judiciário estiveram presentes para visitar e prestigiar as novas instalações.

A coordenadora dos promotores de justiça da região metropolitana em exercício, Érica Menezes de Oliveira, representando as promotorias que atuam na Sede de Ananindeua, elogiou o novo prédio e reforçou a importância do trabalho das promotorias no atendimento às demandas de uma das cidades mais populosas da região e do país.

“É com imenso orgulho que represento meus colegas promotores neste momento tão especial em que recebemos um espaço revitalizado. Pois parte do pressuposto de que podemos estreitar mais os laços com a população de Ananindeua. A melhoria do trabalho de nossos servidores reflete diretamente no melhor atendimento da nossa cidade. Enfrentamos as agruras de uma capital grande e sentimento isso diretamente por meio de demandas que nos chegam, seja na saúde, na educação, no combate à criminalidade”, disse Érica Menezes.

O governador do Estado, em sua fala, cumprimentou e parabenizou a procuradora Edith Marília Maia Crespo, por ser responsável pela idealização e construção do prédio na época em que foi Procuradora – Geral do MP.  E também destacou que de lá pra cá, Ananindeua foi crescendo e o trabalho do Ministério público foi ganhando mais importância, necessitando ser mais fortalecido e valorizado.

O governador Helder destacou o crescimento e o trabalho do Ministério público.“Quero dar meus parabéns à recuperação desse espaço que é tão importante para a atuação do Ministério Público, tanto para dar conforto e condições de trabalho aos servidores quanto para o atendimento à população, ampliando a oferta de serviços. Ananindeua é a terceira cidade mais populosa da região amazônica, só ficando atrás de duas capitais, Manaus e Belém. Ou seja, é maior que muitas capitais brasileiras. E nesse contexto, eu posso dizer que temos muitas expectativas, sobretudo, de resolver problemas dessa cidade. Por isso reforço que o MP pode contar com a parceria do Estado para que esteja mais ativo e colaborativo nas ações aqui e por todo o Pará”, disse Helder.

Deputado Daniel Santos, presidente da Casa legislativa do Estado, é morador de Ananindeua e também reconheceu o trabalho da instituição. “Vivemos numa cidade muito carente e através da união de todos conseguiremos construir um lugar melhor. Do que depender da Assembleia Legislativa pode contar com a gente para estreitar os diálogos com o ministério público. Pois temos o entendimento que este órgão de controle cada vez mais tem uma atuação essencial nas políticas sociais”.

O procurador-geral de Justiça do Pará, Gilberto Valente, disse que vem conversando com a Presidência do Tribunal de Justiça pedindo melhorias para as instalações de várias sedes do MP e do próprio poder judiciário do Estado. Ele salienta que o ideal seria ter sedes em cada município para dar mais autonomia a cada comarca.

Gilberto Valente Martins, procurador-geral do Ministério Público, afirma que a sede de Ananindeua tem condições de elevar seu nível na hierarquia das áreas de jurisdição. “Já está em discussão no colégio de procuradores a elevação de entrância tanto da Sede de Ananindeua, quanto de Santarém e Marabá. Isso quer dizer que essas sedes e seus municípios se equiparam a nível de MP tal qual a capital do Estado”, disse o Procurador-Geral.