Servidores da Sespa são capacitados para atuação em ações do TerPaz

Durante dois dias, 100 participantes do I Encontro de Capacitação Técnica em Saúde aprenderão diretrizes e funcionamento do programa

14/01/2020 20h52 - Atualizada em 15/01/2020 11h33
Por Mozart Lira (SESPA)

Só em 2019 o TerPaz realizou mais de 13 consultas médicasNos dias 15 e 16 de janeiro (quarta e quinta-feira), 100 servidores da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) participam do I Encontro de Capacitação Técnica em Saúde, no qual serão treinados para atuação no Programa Territórios pela Paz (TerPaz), implementado pelo Governo do Pará nos bairros do Jurunas, Guamá, Terra Firme, Bengui e Cabanagem, em Belém; Icuí-Guajará, em Ananindeua,  e Nova União, em Marituba, desde junho de 2019.  A coordenação do TerPaz planeja atender 100 mil pessoas em 2020.

O TerPaz é composto de ações transversais voltadas à conquista da cidadania e à criação de territórios socialmente mais justos e com qualidade de vida, por meio de políticas sociais e de segurança, que ajudem a combater as causas da criminalidade e da vulnerabilidade social.

A saúde bucal é outro item importante na programação realizada nos territórios pela pazCoordenada pela Sespa e pela Câmara Técnica Intersetorial da Secretaria Estado de Articulação da Cidadania (Seac), a capacitação, com o tema “O acolhimento como forma de cuidado”, vai possibilitar aos profissionais conhecer mais sobre as características do programa, os protocolos utilizados, os fluxos de regulação do Sistema Único de Saúde (SUS) e as práticas de acolhimento ao usuário - inclusive com técnicas de como agir em casos de urgência e emergência.

“Realizar esse treinamento é essencial porque as unidades móveis da Sespa começaram a atuar no programa desde fevereiro de 2019. Ao todo, foram 99 ações realizadas durante o ano, por meio do Projeto Saúde por Todo o Pará e dentro do TerPaz. O trabalho é muito dinâmico, e por isso é preciso aperfeiçoar as pessoas que atuam nas ações”, explica a coordenadora Estadual de Saúde Bucal e representante do TerPaz na Sespa, Alessandra Amaral, que integra a Câmara Técnica do programa.

Saúde e informação - Entre os serviços de saúde ofertados pela Sespa estão emissão do cartão do SUS, regulação para marcação de consultas e exames especializados, verificação de pressão arterial, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite B e C, teste de glicemia, vacinação, distribuição de preservativos, palestra educativa sobre saúde bucal e distribuição de kits de higiene bucal.

No decorrer de 2019 foram contabilizados 79.102 procedimentos, dos quais 13.170 consultas médicas e 6.842 encaminhamentos por meio do Sistema de Regulação (Sisreg). “Com essas ações, ampliamos o acesso da população à saúde e solucionamos demandas reprimidas de exames, consultas e cirurgias nos territórios. A capacitação que realizaremos é uma forma de garantirmos o desafio de ampliar os serviços e continuar mudando a realidade da saúde naquelas áreas, além de buscar melhorias para a área e atendimentos mais humanizados”, ressalta Alessandra Amaral.Os serviços médicos oferecidos incluem aferição de pressão arterial

Diálogos e exemplos - A metodologia utilizada na capacitação envolverá exposição dialogada, troca de experiências e exemplos práticos. Nesta quarta-feira, a programação ocorrerá durante a manhã e à tarde, iniciando com a palestra “Conhecer o Programa TerPaz”, ministrada pelo coordenador da Câmara Técnica Intersetorial da Seac, Julio Alejandro Quezada Jelves. Em seguida, haverá as seguintes palestras: “TerPaz no eixo da Segurança Pública”, com o coordenador do Eixo Segurança Pública do TerPaz, Luciano de Oliveira; “TerPaz/Sespa e seus resultados” e “Fluxo de atendimento e regulação no TerPaz”, com as representantes da Câmara Técnica da Sespa, Alessandra Amaral, Ivete Feio Boulhosa e Marilda Silva Braga.

No segundo dia, os participantes assistirão a palestras sobre “Acolhimento e humanização”, com Luiz Guilherme Martins; “Acolhimento como forma de cuidado”, com Tereza Bezerra; “Acolhimento diferenciado ao usuário do TerPaz”, com Rosa Carvalho”, e “Atendimento inicial às situações de urgência e emergência”, com Francilene da Luz Belo, especialista em Terapia Intensiva e mestra em Enfermagem.

Ao final, será emitido o certificado de participação. Em março deve ser realizada a segunda capacitação para novos profissionais.

Serviço: I Encontro de Capacitação Técnica em Saúde. Quarta e quinta-feira (15 e 16), na Escola de Governança Pública do Pará (EGPA), situada na Avenida Governador José Malcher, 900. Inscrições gratuitas no local do evento.