Governo entrega mais de R$ 1,5 milhão em cheque moradia para 207 famílias em Curionópolis

Recursos vão melhorar as residências de centenas de pessoas e aquecer as vendas no comércio local

27/12/2019 20h30 - Atualizada em 27/12/2019 22h14
Por Ronan Frias (COHAB)

O sorriso largo retrata a felicidade da moradora de Curionópolis, segurando a garantia de uma casa melhorUm novo capítulo começou a ser escrito na vida de centenas de famílias que moram na sede municipal de Curionópolis, no sudeste do Pará, com a entrega de cheque moradia para 207 famílias nesta sexta-feira (27), pelo governador Helder Barbalho. "Nós buscamos melhorar a condição de vida de todas as famílias daqui de Curionópolis, e de todo o Estado. O dia de hoje entra pra história de cada um. Em 2020 vocês vão ter condições de uma moradia mais digna. Esse valor investido aqui é muito importante, porque nós queremos o bem de vocês. Vamos garantir que o ano que se encerra possa significar casa nova com qualidade e dignidade para todas as famílias contempladas", declarou o governador, no ato de entrega dos benefícios, na Praça Irmã Adelaide, no centro da sede municipal.

Os beneficiados recebem o crédito para melhorar as condições de moradiaIntegrando a comitiva de governo, o deputado estadual Daniel Santos, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), ressaltou que "no nosso governo o cheque moradia é entregue com responsabilidade e para as famílias que realmente precisam do benefício".

A principal praça da sede municipal ficou tomada por moradores externando a emoção em receber o cheque moradia, que vai permitir a concretização do sonho de uma casa melhor. Segundo o deputado estadual Wenderson Azevedo Chamon (Chamonzinho), "o benefício vai trazer, sobretudo, qualidade de vida aos moradores, além de movimentar toda a economia dessa região".O programa do governo do Estado beneficiou centenas de moradores

Os 207 benefícios vão melhorar as condições de moradia de centenas de famílias e de outros moradores de Curionópolis. O volume de recursos - R$ 1.565.900,00 – contribuirá para aquecer a economia local com a venda de materiais de construção.

Expectativa no comércio - Os comerciantes do município estão na expectativa de ampliar as vendas, como Zacarias Reis, que já organizou todo o estoque de tijolos e cimento, porque tem certeza que o cenário vai melhorar. "Eu pretendo vender muito com cheque moradia. Vai dar uma alavancada na cidade. Isso é bom demais. Vai ser bom pra gente e pra cidade", afirmou.No comércio, a expectativa é a melhor possível com a injeção de recursos na construção civil

O governador Helder Barbalho disse aos moradores que "estamos aqui por vocês, que vão poder procurar a loja que recebe o cheque moradia. Eu peço a atenção de todos, porque aqui existem lojas que recebem o cheque. Veja quanto custa o material, peçam o orçamento e digam ao caixa: vou pagar com cheque moradia". Helder Barbalho acrescentou que, "se a loja cobrar um preço mais caro, é crime. Denunciem à delegacia, porque eu vou botar a polícia pra cuidar disso".

Acesso a recursos - Instrumento da política habitacional do Estado, o Programa Cheque Moradia possibilita a famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social o acesso a recursos para construção, ampliação ou reforma de imóvel. Quem perdeu a moradia em incêndio ou em outros sinistros também tem direito ao benefício.

A gestão dos recursos é de responsabilidade da Companhia de Habitação do Pará (Cohab). Por isso, a Companhia promoveu palestra sobre a forma adequada de usar o cheque moradia na aquisição de material de construção. O engenheiro civil Ubiratan Quaresma, responsável pelo levantamento dos imóveis dos beneficiários do programa no município, repassou as orientações às famílias.