Emater participa de ação do projeto Pará Produtivo em Bujaru

20/12/2019 14h29
Por Rodrigo Reis (EMATER)

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) participou, nesta semana, de ação do projeto Pará Produtivo, realizado na comunidade São Brás, no km 20 da rodovia Alça Viária, município de Bujaru. O projeto de realização da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) conta com a parceria da Emater e visa estimular a produção de hortaliças na região metropolitana de Belém.

Com o projeto, as duas instituições trabalham para formar um novo nicho de mercado de cultivo de espécies olerículas que tem grande demanda no mercado. A Emater já implantou, por exemplo, na comunidade São Brás, um sistema de irrigação por gotejamento e canteiros para cultivos de hortaliças fruto como cenoura, tomate, pepino, repolho e pimentão.

De acordo com Alda Remédio, engenheira agrônoma e chefe do escritório local de Marituba, é importante fortalecer a cadeia produtiva de hortaliças na RMB e em demais municípios do nordeste paraense “por meio da expansão de áreas férteis, com capacitação de produtores e assistência técnica de qualidade", explica.

“Como o estado do Pará apresenta muitas limitações para produzir hortaliças de frutos, principalmente tomate, pimentão, cenoura e beterraba, Emater e Sedap trabalham conjuntamente para apoiar iniciativas de fomento a experiências que contribuam para o aumento da produção”, finaliza Alda.

Na comunidade São Brás, os produtores receberam orientação sobre preparo de área, construção das instalações, cavamento e peneiramento do solo, piqueteamento, enleiramento, adubação de cobertura, polinização entre outros.

Um dos grandes desafios do projeto Pará Produtivo é inserir tecnologias inovadoras capazes de produzir frutos saudáveis e sustentáveis. Dentro do projeto, a Emater e Sedap já implantaram 11 Unidades Demonstrativas (UD) em vários municípios, entre eles Bujaru, que recebeu a ação nesta semana. Ao todo, foram 10 famílias participantes. Essas famílias são filiadas a Associação de Agricultores e Agricultoras Familiares, Extrativistas e empreendedores da comunidade São Braz (AAFEESB).  

Na UD de Bujaru, há canteiros com plantios de tomate (Santa Cruz), cenoura (irecê-brasilia), repolho (soshu), coentro verdão, alface (rafaela) e couve (manteiga), e outras serão plantadas: salsa (portuguesa), quiabo (valença), pepino (aodai), abóbora (maranhão, menina, jacarezinho).