Ministro destaca importância do Porto Futuro para revitalizar o comércio e a cultura

A obra, que será inaugurada logo no início de 2020, recebeu a visita do governador do Pará e do ministro do Desenvolvimento Regional

16/12/2019 19h17 - Atualizada em 23/12/2019 09h08
Por Carol Menezes (SECOM)

O ministro Gustavo Canuto (e) e o governador Helder Barbalho na visita às obras do Porto Futuro, em BelémJá na reta final de construção, o projeto urbano Porto Futuro recebeu, na tarde desta segunda-feira (16), a visita do governador Helder Barbalho e do ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Os dois trataram sobre as possibilidades não só turísticas, mas também de geração de emprego e renda, relacionadas ao mais novo ponto turístico e de lazer da capital paraense, a ser inaugurado em janeiro de 2020.

Ouça a matéria completa:
"Esta transformação urbana significa um novo olhar, um novo tempo para todo esse entorno, um novo ponto de lazer e um espaço que fortalece as belezas da nossa cidade", enalteceu o governador. Segundo o ministro Gustavo Canuto, "parece que é apenas uma praça, mas é muito mais que isso. É a transformação de uma área nobre da capital que estava subutilizada, e que a partir dessa inauguração poderá ser utilizada em seu pleno potencial".

O novo equipamento turístico de Belém é um espaço de convivência para toda a famíliaLocalizado próximo à Baía do Guajará, o Porto Futuro também será referência para quem chega a Belém pelos rios, por estar em frente ao Terminal Hidroviário. É um novo equipamento que a capital passará a ter. “Eu fico profundamente feliz e agradeço ao Ministério do Desenvolvimento Regional, ao Governo Federal, ao ministro Canuto, pela diligência e por fazer que esse espaço possa se integrar à nossa capital”, acrescentou Helder Barbalho.

O complexo urbanístico revitaliza uma área da cidade que estava subutilizadaEstrutura - Iniciado em março de 2018, o projeto foi uma proposição do Ministério da Integração Nacional, à época em que Helder Barbalho foi titular da pasta. O empreendimento inclui a construção de uma ponte sobre o canal da Avenida Visconde de Souza Franco (Doca); a abertura da Rua Belém, ligando a Avenida Pedro Álvares Cabral à Travessa Rui Barbosa, e ainda a criação de estacionamentos, uma praça gourmet, um parque urbano e a reforma da Praça General Magalhães.

O complexo turístico contará com restaurantes e áreas para realização de eventos, enquanto o parque urbano oferecerá pistas de corrida e ciclismo, banheiros públicos, playground, wi-fi grátis e um lago artificial.

O local também está equipado para a prática de atividades físicas"Não há como não destacar as oportunidades turísticas que podem surgir, já que está localizado às margens da nossa baía, em frente ao Terminal Hidroviário. Belém passará a ter, ao momento da entrega dessa obra, um novo e importante equipamento”, reforçou o governador.

Ao fim da visita, o ministro Gustavo Canuto destacou a iniciativa de revitalizar um ambiente antes precarizado, transformando-o em área de convivência para a população. "E isso traz consigo desenvolvimento, porque faz o comércio florescer, aumentar, conseguindo trazer outros públicos para essa área, aproveitando a beleza natural, que é algo único a ser aproveitado", ressaltou Gustavo Canuto.

Também participaram da visita a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho; a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal; o secretário de Estado de Transportes, Pádua Andrade, e outras autoridades.

Gustavo Canuto, Helder Barbalho, a primeira-dama, Daniela Barbalho e outras autoridades