Banpará inaugura primeira agência bancária de Pau D'Arco

Junto com a pavimentação da avenida central, a agência gera a expectativa de aquecimento da economia local

30/11/2019 17h01 - Atualizada em 01/12/2019 00h50
Por Jackie Carrera (SECOM)

Helder Barbalho e demais autoridades diante do banco, localizado na avenida que foi pavimentadaA primeira agência bancária do município de Pau D'Arco, no sul do Estado, é do Banco do Estado do Pará (Banpará), e foi inaugurada neste sábado (30) para atender à população de pouco mais de 5.400 habitantes. O ato de inauguração teve a presença do governador Helder Barbalho, que estava acompanhado dos deputados estaduais Alex Santiago e Igor Normando.

Segundo o presidente do Banpará, Brasilino Assunção, o investimento foi de R$ 2 milhões. A instituição financeira tem o mesmo padrão das demais unidades inauguradas este ano, com 250 metros quadrados construídos com requisitos de acessibilidade. "A agência ofertará todos os serviços oferecidos pelo Banpará para atender desde a agricultura familiar, passando pelo pequeno, médio e grande empresário. Temos linhas de créditos que atendem às vocações produtivas da região, como o agronegócio e todos os segmentos rurais.", disse Brasilino Assunção.

Agora, o Banco do Estado ampliou sua rede para 107 agências. O governador Helder Barbalho garantiu que a atual gestão deve fechar o ano de 2019 com a entrega de 15 novas unidades do Banpará. "Eu tenho dito, desde o primeiro dia de governo, que nós precisamos chegar a todos os 144 municípios. E festejo hoje a entrega da nona agência bancária do nosso governo, e ainda temos mais seis agências para serem entregues até o final de dezembro", informou Helder Barbalho.Governador Helder Barbalho, o presidente do Banpará, Brasilino Assunção, e outras autoridades no ato de inauguração da agência

Prioridade - O governador também reitera que a meta até 2022 é que todos os 144 municípios do Estado tenham agência do Banpará. No momento a prioridade é para municípios como Pau D'Arco, que não dispunha de nenhuma agência até o momento. O prefeito de Pau D'Arco, Fredson Pereira, agradeceu ao governador pela atenção dada ao município, levando melhorias à população.

Além da inauguração da agência, também foi entregue a pavimentação da principal via da sede municipal. Por meio de convênio, o Estado investiu R$ 416 mil na drenagem, asfaltamento e sinalização da Avenida Boa Sorte, onde ficam a instituição bancária e o centro comercial de Pau D'Arco.

"Agradecemos muito ao governador a oportunidade de entregar nossa primeira agência bancária e nossa avenida pavimentada. E ainda quero festejar aqui a retomada das obras de conclusão do Hospital Municipal e da Escola Paulo Hannemann, em convênio com o Estado", disse o prefeito de Pau D'Arco.

Desenvolvimento local - A primeira agência bancária do município deve alavancar o desenvolvimento econômico do município e da região, sobretudo nas principais atividades, como pecuária, produção de origem animal (mel de abelha, leite e ovos) e produção aquícola (tambaqui e pintado).

"E qual a importância disso? Com esta agência funcionando nós estaremos fortalecendo a economia da cidade. Porque não só dá comodidade para o cidadão, mas também tem uma grande repercussão em todas as atividades produtivas. O papel do banco é desenvolver o Estado, é servir à população", ressaltou Helder Barbalho.

A Avenida Boa Sorte, principal do centro de Pau D’Arco, está toda pavimentadaExpectativa - A abertura da agência no município de Pau D'Arco cria uma grande expectativa entre comerciantes e empreendedores locais. Valdiney Silva é dono de um mercado na Avenida Boa Sorte, em frente à agência inaugurada neste sábado. Ele contou que “foi sorte mesmo” abrir o próprio negócio ali, e acredita que, a partir de agora, vai crescer bastante o setor de comércio (que ainda é tímido) na sede municipal.o comerciante Valdiney Silva (e) acredita que com o banco e a avenida pavimentada vai ″melhorar 100%″

"Vai melhorar 100% pra gente. Devido o banco tá na frente, eu acredito que muitos clientes vão sair dali e vir comprar aqui. É só atravessar a pista, aproveitar o embalo. Não tem dificuldade, e eu tô de braços abertos pra atendê-los", garantiu.

Prevendo o aumento no movimento de clientes, o comerciante já pensa em montar uma lanchonete dentro do mercadinho. "Eu já sou cliente do Banpará e já fiz empréstimo consignado. Agora, como microempresário, já vou atrás de outro empréstimo. Tenho certeza que vai melhorar ainda mais com a agência do Banpará aqui", reiterou.

A apicultura (criação de abelhas) é a quarta principal atividade da agricultura familiar na região. O apicultor Josias Oliveira também pretende buscar os serviços do banco. "Nós temos que apoiar as instituições que vêm pra cá também, e buscar os benefícios para o nosso negócio através dos diversos serviços que o banco oferece", ressaltou.

O apicultor Josias Oliveira vai buscar no banco a oportunidade para ampliar suas vendasHá 17 anos, Josias Oliveira ajudou a desenvolver, com mais 100 famílias da agricultura familiar, a apicultura no município. Hoje, ele integra a Associação de Apicultores de Pau D'Arco, que produz de 4 a 5 toneladas de mel por ano. Josias tem uma fábrica e uma loja de pão de mel, que é parada obrigatória para turistas.

Apesar de o pão de mel ser o carro-chefe para atrair clientes, também são comercializados diversos produtos, como própolis, pólen, geleia real e o mel, além de equipamentos para apoiar a apicultura.

"Com certeza, esse banco traz benefícios pra nossa cidade. Porque ficamos muito próximos de Redenção, e sem uma agência bancária aqui os moradores vão pra lá, e consomem lá. Agora, com um banco aqui, a tendência é que o volume financeiro circule mais no nosso município, refletindo de forma positiva no comércio", frisou o apicultor.