Programação cultural do TerPaz valoriza as vozes do bairro do Guamá

18/10/2019 19h02 - Atualizada em 19/10/2019 13h48
Por Gabriel Marques (SECULT)

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), vai promover neste sábado (19) mais uma ação do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz). O bairro do Guamá receberá um dia inteiro de serviços, atividades e atrações culturais, realizadas por diversas secretarias estaduais. Realizada pela Secult, a programação da tarde promete animar os moradores com artistas do próprio bairro. Os shows serão iniciados às 16 h, e contarão com a banda Blue School, da Escola Zacharias de Assumpção; Movimento Hip Hop do Guamá; Grupo de carimbó Caldo de Turu; a cantora Keila e a Escola de Samba Bole-Bole.

Segundo a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, a presença do TerPaz nos bairros da primeira etapa do projeto intensifica a “dinâmica de escuta das vozes do território”. “Cada bairro tem características diferentes em seus fazeres culturais. Estamos modelando e lançando editais de fomento, mapeando pontos onde podemos implementar ações de incentivo à leitura, além de potencializar projetos de coletivos, grupos e associações”, disse a secretária, acrescentando que “outra estratégia gestada nas escutas foi a criação das rotas culturais. Estamos com um calendário permanente, que leva estudantes e a população em geral desses bairros para eventos culturais em nossos teatros e museus. Tem sido uma experiência linda”.

Para Adriano Barroso, diretor de Artes Cênicas da Secult e um dos representantes do TerPaz, o trabalho da Secretaria em cada bairro tem dois caminhos: protagonismo e visibilidade. “Nós entramos nos territórios mapeando e ouvindo as dificuldades, através das escutas. Passamos a entender de que maneira podemos ajudar esses fazedores e fazedoras de cultura, destravando qualquer dificuldade em suas maneiras de fazer cultura”, explicou.

Vozes da comunidade – Ao todo, a Secult já realizou escutas em cinco territórios. O Guamá é um dos bairros que ainda deverá receber esse encontro, devido ao seu grande potencial cultural, ressaltou Allan Carvalho, da Diretoria de Música da Secult. “O Guamá representa uma resistência para uma cidade e um estado, porque se formos perceber pela construção de nossa cidade, o bairro do Guamá é uma explosão criativa, estética e até hoje permanece sendo esse celeiro”, ressaltou, informando ainda que “o TerPaz, quando acontece no Guamá, já é diferenciado, porque é um bairro que abriga diversos artistas e nomes que fazem parte de nossa cultura”.

A Escola Estadual Zacharias de Assumpção se prepara para receber a comunidade do bairro do Guamá. No palco, os estudantes também serão atração, já que a banda da escola, “Blue School”, fará parte de um dos shows.

As atividades do TerPaz na escola vão contribuir para retirar o aluno da rua e de distrações impróprias, beneficiando toda a comunidade.