Seac promove oficina para servidores que vão atuar na Cabanagem

19/06/2019 14h48 - Atualizada em 19/06/2019 14h52
Por Marta Brasil (SEAC)

A Oficina de Alinhamento da Rede Local de Cidadania, realizada nesta semana, no auditório da Casa Civil do governo do Estado, fechou mais uma etapa no processo de implantação do programa Territórios pela Paz. Cerca de 50 representantes de secretarias do Estado participaram da ação, que foi aberta pela diretora do Núcleo de Articulação e Cidadania da Secretaria de Estado de Articulação da Cidadania (Seac), Juliana Barroso.

Na oficina, a diretora detalhou a estrutura de gestão do Programa, seguida do diretor de Relações Institucionais, Alejandro Quezada, que falou das diversas etapas já vencidas e as próximas ações previstas. "Essa reunião foi com a equipe que fará parte da Rede Local de Cidadania, um perfil bem técnico, que inclui pessoas que estarão nos territórios, executando o que foi planejado pela câmara técnica intersetorial", resume Juliana Barroso, uma das coordenadoras do projeto, membro da equipe do titular da Seac, Ricardo Balestreri.

Arquitetura - A Rede Local de Cidadania compõe, junto com o Colegiado Gestor e a Câmara Técnica Intersetorial, o que a Seac define como a "Arquitetura de Gestão" do projeto Territórios pela Paz. A reunião foi o primeiro encontro do grupo enquanto equipe técnica, onde muitos tiveram o primeiro contato direto com a estrutura do projeto, começaram a entender o mecanismo de gestão e a pensar na execução do trabalho elaborado pelas demais instâncias.

Presidido pelo governador Helder Barbalho, o Colegiado Gestor é composto por todos os secretários de Estado, além do coordenador Executivo do projeto, o titular da Seac, Ricardo Balestreri. Já, a Câmara Técnica Intersetorial é composta pelos coordenadores dos programas e projetos das secretarias. A terceira instância de gestão, a Rede Local de Cidadania, é constituída por técnicos das secretarias e municípios que trabalharão diretamente na execução das ações nos territórios e as lideranças locais selecionadas por edital público para participar da gestão do programa.

O primeiro edital para seleção de lideranças foi publicado no dia 5 deste mês e a seleção está quase no final. "Estamos, ainda, em pleno processo seletivo para a entrada das lideranças comunitárias na Cabanagem, mas a equipe técnica já vai mobilizando os projetos internos dentro das suas próprias secretarias", incentivou Juliana Barroso.

O próximo edital de seleção de lideranças a ser publicado será o do Território do Icuí, no próximo domingo (23), em jornal de grande circulação do Estado, e já está disponível para download no site da Seac. As inscrições se iniciam na próxima terça-feira (25).