Arraial junino do Vida Ativa leva alegria para idosos

15/06/2019 10h34 - Atualizada em 15/06/2019 15h04
Por Ângela Miranda (SEEL)

Romana Andrade, 78, da unidade da Tuna Luso, foi a grande vencedora do concurso de miss caipira do eventoMuita dança, música e diversão tomaram conta da festa junina do programa Vida Ativa na Terceira Idade, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), nesta sexta-feira (14), no Estádio Olímpico do Pará (EOP), Mangueirão. O ponto alto do "arraiá" foi o concurso de miss caipira, na qual a grande vencedora foi Romana Andrade, 78 anos. A festa também contou com apresentações culturais, além do cantor Evandro do Acordeon e da banda Voo Livre.

"É uma sensação maravilhosa. Me sinto como uma jovem de 15 anos, é a primeira vez que ganho pelo Vida Ativa e isso significa muito, pois me esforcei bastante", afirmou a ganhadora, integrante do núcleo da Tuna Luso Brasileira.

A segunda colocada foi Marlene Figueiredo, a miss cheirosa, de 65 anos. Já terceira colocada foi a miss simpatia, Maria de Nazaré Cordeiro. Elas pertencem aos núcleos do Estádio Olímpico do Pará e Tuna Luso, respectivamente.

Para a apresentação, cada participante teve dois minutos para demonstrar os trajes, simpatia e desenvoltura, que pudessem chamar a atenção dos jurados e assim garantir uma boa nota. "O objetivo do evento é promover a socialização e resgate da autoestima da pessoa idosa. Cumprimos nosso papel realizando eventos como esse", enfatizou a coordenadora do programa Vida Ativa, Liane Costa.

Evento contou com apresentações culturais, além do cantor Evandro do Acordeon e da banda Voo LivreO secretário de Esporte e Lazer, Arlindo Silva, destacou a importância de eventos para confraternizar com amigos e familiares. "O principal da festa é a interação social entre os participantes dos núcleos do programa. As festas são o exemplo de que quando se trabalha com amor e dedicação tudo é possível", declarou o titular da Seel, Arlindo Silva.

Programa - O Vida Ativa promove a interação e resgate da autoestima da pessoa idosa por meio da prática de atividades físicas e de lazer. Para fazer parte do projeto, é ter mais de 50 anos e apresentar atestado médico com laudo cardiológico, cópia da carteira de identidade, cópia do comprovante de residência e uma foto 3x4.