Comitiva da Caixa Econômica Federal visita Complexo Bolonha

08/06/2019 20h14 - Atualizada em 09/06/2019 13h51
Por Tayná Horiguchi (COSANPA)

Uma comitiva da Caixa Econômica Federal esteve em Belém, neste sábado (8), para visitar o Complexo Bolonha e acompanhar de perto o andamento das obras de restruturação do sistema de abastecimento de água da capital paraense. A Caixa, por meio dos recursos do FGTS, é a principal financiadora do projeto, que também tem contrapartida do Governo do Pará.

"Já estivemos com o governador Helder Barbalho, que demonstrou ter interesse em novos financiamentos para infraestutura e saneamento, que é o motivo da nossa visita aqui ao Complexo", disse Roney Granemann, vice-presidente da Caixa Econômica Federal.

Granemann esteve nas instalações do Complexo Bolonha para acompanhar o andamento da obra. "Neste momento você consegue enxergar onde os recursos e investimentos estão sendo aplicados. O complexo Bolonha tem duas fases, uma que foi construída em 1986 e está parada para as obras, e a 2ª fase, que é a que está em funcionamento e também precisa de reparos. Na parte mais antiga, ocorre uma revitalização, usando uma nova tecnologia para dobrar a capacidade de captação e distribuição de água, o que deve resolver o problema de abastecimento de água da capital", explicou.

Ainda de acordo com o vice-presidente da Caixa, uma equipe da Instituição está visitando os municípios onde o banco financia as obras. "Assim é mais fácil para nós conhecermos a realidade de cada localidade e auxiliar para trazer mais recursos para o desenvolvimento dos municípios", completou Roney Granemann.

De acordo com o Diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa, Nagib Charone, a Caixa Econômica Federal é uma das principais financiadoras dos empreendidos da Cosanpa, além de apoiar diversos projetos Companhia. "É com grande satisfação que nós recebemos a visita da Caixa aqui em Belém e no Complexo Bolonha. Os recursos que vieram da Caixa é que possibilitaram a construção do que estamos vendo. O desejo é fazer ainda mais por Belém e pelo Pará", finalizou Charone.