EGPA inicia treinamento de agentes de desenvolvimento e capacitação

20/05/2019 18h09
Por Redação - Agência PA (SECOM)

A Escola de Governança do Pará (EGPA) deu início, nesta segunda-feira (20), à semana de treinamento dos Agentes de Desenvolvimento e Capacitação (ADCs) do Estado. A abertura da programação foi realizada na sede da escola, em Belém, e reuniu cerca de 100 agentes, tanto da Administração Direta quanto da Indireta.

Estiveram presentes, também, o ouvidor geral do Estado, Arthur Houat, o senador Zequinha Marinho, a diretora geral da EGPA, Evanilza Marinho, e a diretora de Desenvolvimento de Programas Estratégicos da Escola (DDPEG), Iracema Sabino.

A semana é parte do plano de capacitação desenvolvido pela escola e destinado aos servidores que, hoje, têm a missão de fazer a interação entre a EGPA e os órgãos públicos estaduais e municipais, no sentido de viabilizar ações de qualificação e valorização dos funcionários públicos.

“Sabemos da importância que tem o trabalho dos ADCs para a qualificação do servidor. Por isso, a escola se propôs a desenvolver um planejamento para a sua qualificação, com o objetivo de que eles tenham, cada vez mais, condições de desenvolver um bom trabalho nas instituições onde atuam. Queremos que estes servidores conheçam melhor a escola e os produtos que ela disponibiliza”, explicou a diretora Evanilza.  

Planejamento - A palestra de abertura da semana foi realizada pelo ouvidor Arthur Houat, que trouxe, dentre os assuntos debatidos, as capacidades produtivas do Pará e o planejamento do governo para os investimentos que serão efetivados no Estado no decorrer deste e dos próximos anos. Ele também abordou a forma como estes investimentos poderão, de forma direta, trazer melhorias ao serviço público e à sociedade. A apresentação teve como tema a “Arquitetura Institucional da Administração Pública Estadual: Organizações e Políticas”.

“O que nos move, sem dúvida, em relação à nova filosofia de gestão, é poder trazer o bem para a sociedade e contribuir, de alguma forma, para que a população seja bem atendida. E esse nosso objetivo fica muito claro pela iniciativa da Escola de Governança, que mostra esta pré-disposição, esta proatividade em trazer algo novo, e alcançar os resultados que a gente pretende”, complementou Arthur.

Dentre os novos rumos da gestão, indicados pelo ouvidor, foram citadas mudanças e metas pretendidas para os setores de educação, segurança pública, saneamento, logística e saúde, entre eles, a implantação de programas que objetivam a mudança cultural em bairros mais violentos e melhorias na estrutura de escolas públicas.

"Este é um momento interessante e uma estratégia inteligente para que o governo possa avançar em tecnologia e melhorias aos departamentos de governo. Precisamos crescer, todo dia, como profissionais. As vantagens disso são a promoção do servidor e a melhoria nas habilidades e competências”, complementou o senador Zequinha Marinho. 

A técnica administrativa e de finanças, Maria das Graças Silveira, que atua como ADC no Hospital Ophir Loyola, ressaltou a carência que existia, até o momento, na capacitação destes agentes e a necessidade de melhorias no conhecimento. “Capacitados, poderemos incentivar os servidores que atuam nos órgãos onde trabalhamos. Precisávamos de uma ação como esta, em que os agentes começassem a ser conhecidos, capacitados, para que possam desempenhar melhor as suas funções”, concluiu.