Formação busca melhorar mediação de conflitos na socioeducação

22/05/2019 17h54
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Com o objetivo de sensibilizar os servidores sobre a importância das práticas restaurativas na realidade da socioeducação, a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) capacitou 18 servidores na manhã desta quarta-feira (22), no auditório da sede do órgão. A formação foi voltada para técnicos do Serviço de Atendimento Social (SAS), onde são feitos os primeiros atendimentos quando o adolescente é apreendido após o ato infracional.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Práticas Restaurativas (NPR) da Fasepa, Karla Ferreira, essa atividade possibilita a mediação de conflitos que estejam ocorrendo nas unidades socioeducativas. "O exercício das práticas restaurativas busca o equilíbrio emocional que é necessário para o trabalho efetivo dos servidores", afirma a coordenadora. Ela explica ainda que cada unidade tem sua demanda diferenciada, por isso os círculos são realizados conforme a necessidade apresentada de cada espaço.

Seminário – Estão abertas as inscrições para o “Seminário Internacional: Justiça Restaurativa e Transformação Social”, que será realizado no dia 28 de maio, às 9h, no auditório do edifício-sede do MPPA (rua João Diogo, nº 100). Promovido pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), o evento tem vagas limitadas para o total de 220 participantes, e é voltado para membros, servidores e estagiários do MPPA, e público externo que tenha interesse no tema. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 26 de maio.

Para mais informações e fazer a inscrição: https://www2.mppa.mp.br/noticias/justica-restaurativa-sera-discutida-em-seminario-no-mppa.htm

Com informações da Ascom MPPA.