EGPA assina protocolo para implantação de cursos com a ENAP

23/05/2019 13h48
Por Redação - Agência PA (SECOM)

A Escola de Governança Pública do Estado (EGPA) poderá ofertar um novo leque de cursos na modalidade à distância (EaD) ao servidor público paraense. Isto porque, na manhã desta quinta-feira (23), a instituição assinou, junto à Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), o seu termo de adesão ao Protocolo de Intenções que autoriza a disposição, de forma unificada, ao catálogo de cursos de capacitação disponibilizado pelo projeto Escola Virtual de Governo (EVG).

A assinatura do termo foi oficializada na sede da ENAP, em Brasília. Pelo acordo firmado, a escola nacional se compromete a ofertar e contribuir ao processo de capacitação à distância no serviço público do Pará.

As formações da EVG abrangem, atualmente, 16 áreas de atuação, dentre elas as de gestão de políticas públicas, inovação, educação e docência, tecnologia, logística e orçamento.

“O termo de adesão é, na verdade, uma forma oficial da Escola de Governança do Estado estar vinculada à Escola Virtual do Governo, que é coordenada pela ENAP. Nós poderemos, a partir de agora, criar trilhas de aprendizagem específica para o estado do Pará, a partir dos cursos disponíveis na escola virtual. Ou seja, o servidor público, depois que organizarmos a parte instrumental, poderá acessar os cursos da EVG e ser certificado diretamente pela ENAP, com a chancela também da EGPA”, explicou a doutora e pesquisadora do Centro de Pesquisa da EGPA, Luciana Ferreira.

A publicação do termo está prevista para ser feita pela ENAP, no Diário Oficial da União, até o quinto dia último do mês de junho, quando passarão a valer os acordos definidos no protocolo. “A possibilidade de termos acesso aos inúmeros cursos que a EVG tem, abre portas para que a nossa escola firme ainda mais o seu compromisso de capacitar, cada vez mais e da melhor forma, o servidor público do nosso Estado. Além de trazer, diretamente, melhorias ao serviço ofertado pelo governo à população”, conclui a diretora geral da EGPA, Evanilza Marinho.