Cosanpa inaugura espaço em escola para compartilhar conhecimento

23/05/2019 15h31
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Colorido, aconchegante e todo feito com material reciclado. É o Cantinho do Comitê Ambiental, resultado do projeto da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), desenvolvido em escolas públicas de cidades onde são realizadas obras do órgão estadual. O espaço foi inaugurado esta semana, na Escola Estadual Esther Bandeira Gomes, no bairro da Sacramenta, em Belém.

Cerca de 20 alunos, que fazem parte do Comitê Ambiental Escolar, participaram da oficina de reciclagem para a criação do material. Pneus, itens de madeira, tinta e plantas foram usados. Com a orientação e supervisão de técnicos da Cosanpa, os próprios alunos conseguiram transformar o que iria para o lixo em arte. Um mês depois, o material criado por eles foi usado para montar o Cantinho do Comitê, um espaço dedicado à troca de ideias, compartilhamento de conhecimento, uma área de convivência para todos da escola.

Pegamos materiais recicláveis e reutilizamos. Fizemos uma estante para livros e, com as carretilhas de madeira, fizemos cadeiras e mesas. Agora está tudo novo”, comemorou o estudante do 8º ano, Marcelo Macedo, um dos integrantes do Comitê.

Atualmente, a escola Esther Bandeira atende cerca de 800 alunos do bairro da Sacramenta, do 5º ao 9º ano, além de estudantes do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). O professor Antônio Maciel, que trabalha na escola há 11 anos na unidade de ensino, disse que as melhorias no ambiente escolar foram surpreendentes desde que a Cosanpa iniciou o projeto na escola.

“Está com uma aparência melhor. Os alunos têm trabalhado na coleta do lixo, do seu próprio lixo. E existe também a questão do conhecimento sobre reflorestamento, cuidado com as plantas, com a água. Isso acaba contribuindo para a melhoria da cidade como um todo. Primeiro para a escola e, depois, para a casa deles, para o bairro e depois para a cidade toda”.

Projeto – O Comitê Ambiental Escolar é desenvolvido na escola Esther Bandeira há quatro anos. O objetivo é formar disseminadores de conhecimento. Um grupo eleito integra o Comitê, participa de oficinas, palestras e outras atividades ligadas à preservação do meio ambiente. Os integrantes são capacitados para divulgar o que aprenderam na comunidade escolar.

A Cosanpa realiza as atividades do projeto em escolas onde as obras estão em andamento, para a conscientização de crianças sobre os benefícios que o empreendimento vai trazer para a comunidade e, ainda, sobre a importância de cuidar do meio ambiente. Hoje, o projeto é realizado em escolas do municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Marabá, Oriximiná, Castanhal e Moju.

Além de contribuir para o desenvolvimento dos futuros cidadãos do Estado, a ideia é ajudar também a melhorar o ambiente escolar. “A gente consegue observar que a escola está mais limpa, não jogam mais lixo no chão. Junto com a nossa fala na sala de aula, a ideia é a conscientização do quanto isso é importante para o meio ambiente”, ressaltou a coordenadora da escola, Carla Lobato.

Quando o projeto alcança a rotina dos alunos até fora da escola, o objetivo principal é alcançado. A aluna do 8º ano, Camila Santos, é um exemplo de que isso tem dado certo. “Aprendi que com material reciclável a gente pode fazer várias coisas. Eles não podem ficar no lixo, poluindo as nossas ruas, florestas e rios. Antes, eu não fazia isso, agora, eu estou aprendendo a cuidar das plantas, das flores e tendo mais atenção com o consumo da água também”, disse.