Estado ressalta importância de investimentos na produção e beneficiamento do abacaxi

25/05/2019 00h07
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O governador Helder Barbalho esteve nesta sexta-feira (24) no município de Floresta do Araguaia, no sul do Pará, que promove de 23 a 26 de maio a 26ª edição do Festival do Abacaxi, evento tradicional na região. O município é o maior produtor de abacaxi do Brasil, com uma safra anual aproximada de 350 milhões de frutos, segundo dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater).

A comitiva do governo chegou à sede municipal às 10 h, incluindo os secretários de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Hugo Suenaga, e de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mauro Ó de Almeida; os deputados estaduais Alex Santiago, Miro Sanova, Delegado Caveira e Daniel Santos, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), e Braselino Assunção, presidente do Banco do Estado do Pará (Banpará).

Todos foram a uma plantação de abacaxi conhecer o plantio e a colheita do fruto. Em seguida, o governador se dirigiu à Escola Monsenhor Augusto Dias de Brito, que recebe obras de melhoria e ampliação, e depois a um terreno abandonado por seis anos, onde seria construída uma unidade de ensino. Helder Barbalho se comprometeu em reabrir a escola abandonada.

A próxima parada foi no centro de eventos do Festival, onde o governador conversou com comerciantes e provou o abacaxi da região. Em seguida, ele foi à Câmara Municipal de Floresta, onde foi recebido por representantes da população e autoridades da região, no Evento Técnico do Festival do Abacaxi, uma programação que inclui palestras e discussões sobre assuntos referentes à produção, importação e investimentos na agricultura regional.

Garantias - Em seu pronunciamento, o chefe do Executivo ressaltou a importância dos investimentos na agricultura local. "O Governo do Estado deve cumprir com a sua obrigação, que é fortalecer aqueles que produzem e que acreditam nesse Estado. Nós precisamos agir para consolidar esta vocação, construindo um ambiente de negócios que permita segurança jurídica com títulos de propriedade, que garanta apoio técnico junto com a Emater, facilitação e agilidade com transparência e responsabilidade no processo de licenciamento, fomento através do Banpará, com parceria do Basa (Banco da Amazônia) e o apoio junto à Secretaria de Agricultura para coordenar essas ações", afirmou.

Helder Barbalho enfatizou ainda a importância de verticalizar a produção em Floresta do Araguaia e demais municípios produtores. "A vocação do agronegócio, particularmente do abacaxi, é estratégica para o desenvolvimento nesta região. O Estado estará sempre presente, em parceria com os municípios, produtores e cooperativas, estimulando não apenas o cultivo e o escoamento dessa produção, mas estimulando a verticalização, para atrair indústrias e agregar valor para essa atividade econômica", garantiu o governador.

Segundo o prefeito de Floresta do Araguaia, Adélio dos Santos, o Festival é um momento marcante para a cidade, ainda mais com a presença da comitiva do Governo do Estado. “Eu vejo uma importância muito grande nesse evento, não só para mim, como prefeito, mas para os produtores de Floresta. Hoje, nós fazemos essa festa graças aos produtores de abacaxi do município, e é muito gratificante a vinda do governador e de outras autoridades até nossa cidade. Valoriza ainda mais", ressaltou o prefeito.

Momento positivo - Para o deputado Alex Santiago, morador de Floresta do Araguaia, o sul do Pará passa por um momento positivo de mudança. "Estamos vivendo um novo momento no Estado do Pará, com um governo presente. Nós éramos uma região carente da presença do Estado, que agora tem se posicionado, quando determinou 50 mil litros de combustível para arrumar as estradas vicinais, com as obras das pontes de concreto que ligam o município para escoar a produção, com a recuperação da nossa estrada PA-449, com a conclusão das escolas que estavam anos paradas, e apoio às cooperativas, com 200 mil reais para compra de equipamentos para verticalizar a produção do abacaxi", destacou o deputado.

Quem tem na produção de abacaxi sua base econômica, oportunidades como estas são fundamentais. "A gente vê que o evento gera um desenvolvimento bom pro município; atrai muita gente para a cidade. O abacaxi representa muita coisa boa na nossa vida, não só pela venda, mas por proporcionar o suco, alimento, doce e muitas outras coisas. A presença do governador aqui é mais um incentivo para nós", declarou o produtor Paulo Pereira.

Deusdete Neto, gerente regional da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), disse que "esse é um Festival muito importante para o sul do Pará, mais ainda no dia de hoje, com o Evento Técnico, que soma a força e contribuição de todos os órgãos estaduais parceiros do município, para aumentar a produção. E aí está a importância da presença da Adepará, um órgão de defesa agropecuária, que defende o trabalho do produtor rural".

Além do Evento Técnico, a programação do Festival do Abacaxi conta com shows, apresentações culturais, premiações, distribuição de produtos com o fruto e outras atividades.