Pará articula missão oficial à China com foco em investimentos

25/05/2019 14h22
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Com o segundo maior PIB do mundo (12,24 bilhões), atrás só dos Estados Unidos (20,5 bilhões), a China é a nação que mais cresceu, economicamente, nos últimos 25 anos. No próximo mês de agosto, o país receberá uma missão oficial do Pará articulada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).

O anúncio foi feito pelo secretário Iran Lima, nesta sexta-feira (24), em reunião de trabalho do Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra), da Federação das Indústrias do Estado do Pará, na sede da Fiepa, com a presença de lideranças políticas, empresariais e de executivos, em Belém.

A deputada federal Elcione Barbalho e o deputado estadual Martinho Carmona prestigiaram o evento, conduzido pelo presidente do Coinfra/Fiepa, José Maria da Costa Medonça. Também participaram da mesa de debates, o presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará, José Fernando Gomes Júnior; entre outras autoridades das esferas privadas e públicas. 

O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (CCIBC), Charles Andrew Tang, destacou a importância da aliança comercial Brasil – China e colocou a CCIBC à disposição do Executivo estadual e do setor empresarial à articulação de negócios com o maior mercado do mundo.

A Câmara Brasil-China é uma organização independente, reconhecida como órgão influente na promoção de parcerias estratégicas para o fortalecimento dos laços entre os dois países, e do desenvolvimento em benefício mútuo de seus povos. Atualmente, a China tem 1.4 bilhão de habitantes (sete vezes mais que o Brasil), com expectativa de vida, de 77,3 anos. O país tem uma taxa de alfabetização de 95,1%.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Iran Lima, foi o representante do Governo do Estado no encontro e apresentou alguns dos projetos estratégicos para o Estado, como o da Ferrovia Paraense. Ele falou sobre a meta de atrair parcerias para novos investimentos em infraestrutura e fortalecer a relação comercial com os chineses.

“A China é um mercado gigante para o Brasil, importando alimentos e minérios. Queremos intensificar maiores compras no Pará, proporcionando diversificação de investimentos. Temos grandes oportunidades no segmentos de frutas e de carnes, aves, lacticínios, e nós temos de agir já para potencializar nossas riquezas e recursos naturais, girando a economia paraense’’, enfatizou Iran Lima.

O Coinfra é um dos cinco conselhos temáticos da Fiepa e tem por objetivo o acompanhamento das obras de investimento realizadas pelos governos municipal, estadual e federal, destinadas à infraestrutura no Pará e ao desenvolvimento da Região Norte.