Detran transfere serviço de levantamento de acidentes na capital

10/05/2019 16h41
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) informa que, de maneira gradativa, está repassando à Secretaria de Mobilidade Urbana de Belém (SeMob) as atribuições relacionadas ao Serviço de Levantamento de Trânsito (Selatran), em cumprimento ao convênio firmado no início do ano entre as instituições.

Até o momento, o Detran conta com cinco equipes que se revezam diuturnamente para o levantamento de acidentes na capital, demandando 30 agentes de trânsito para a função. No convênio 04/2019, assinado no último dia 17 de abril, a SeMob se comprometeu a efetuar o serviço em prazo a ser definido pelas instituições e, no último dia 25 de abril, o Detran enviou ofício informando a transferência.

O coordenador de operações do Detran, Ivan Feitosa, explica que, com a transferência do serviço na capital, outros pontos de cobertura do Detran na região metropolitana ganharão maior agilidade. “Poderemos voltar o foco dos nossos levantamentos para a BR-316, que compreende Belém, Ananindeua e Marituba e que, historicamente, demanda muito trabalho das equipes”.

Os levantamentos relacionados a acidentes de média e grande monta, que tiverem vítimas e ou aconteçam com veículos oficiais, podem ser acionados através do número 190. O Detran continuará prestando assistência na capital no que tange aos acidentes de pequena monta, já que disponibiliza, desde o final do ano passado, o aplicativo Sisdat, uma plataforma virtual para a ocorrência sem vítima, apenas com danos materiais, onde o envolvido poderá registrar o acidente pelo app em até 30 dias, posterior a data do fato.