ParáPaz realiza palestra sobre Violência Sexual contra crianças e adolescentes

17/04/2019 12h08
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Pais e professores das escolas EEEM Augusto Meira e EEEF Dr. Aníbal Duarte participaram da roda de conversa “Violência Sexual: sinais e sintomas”, promovida pela Fundação ParáPaz, Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH) e o Conselho Estadual sobre Drogas do Pará – CONED/PA, nesta terça-feira (16).

O encontro marcou a passagem do Dia Estadual de Enfrentamento da Violência, do Abuso e da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data instituída para visibilidade ao tema e a Lei nº 8.101/15 que promove a defesa dos direitos e a realização de ações de prevenção, articulação e mobilização para o fim da violência, abuso e exploração sexual infanto-juvenil.

A temática tem se tornado cada vez mais frequentes entre os jovens e trazer essas informações aos pais e professores para que possam acolher e orientar de forma correta foi o objetivo desta ação, que contou com o apoio de profissionais da área da saúde e psicologia do ParáPaz. “A violência sexual e o uso de drogas entre crianças e adolescentes é uma questão de saúde pública, nós trabalhamos a reabilitação psicológica e física das vítimas e de suas famílias”, declarou a psicóloga da Fundação, Ana Júlia Moreira.

A psicóloga ainda ressaltou os sinais iniciais que fazem parte da mudança comportamental de uma vítima de violência e abuso sexual. “Os indícios mais clássicos são, baixo rendimento escolar, distúrbio do sono e alimentar, transtorno de humor e o isolamento social”, frisou Ana Júlia Moreira.

Na ocasião, os pais e professores puderam conhecer o projeto “Reconstruindo Sonhos” criado pelo CONED, SEJUDH e pela Universidade Federal do Pará. Segundo a assistente social do CONED, Ana Chamma, o projeto tem como objetivo prevenir, educar e conscientizar sobre o uso e abuso de drogas lícitas e ilícitas, além de combater a violência e exploração sexual infanto-juvenil.

O secretário adjunto da SEJUDH, Rodrigo Roldan, esteve presente no evento e pôde salientar o papel da Secretaria na luta pelo combate as violações de direitos da criança e do adolescente. “Articulamos políticas públicas e fortalecemos este grupo de enfrentamento para combater a inserção de drogas e violência sexual entre crianças e adolescentes” afirmou.