Bombeiros analisam possibilidade de criar posto em Itupiranga

03/04/2019 14h51 - Atualizada em 08/04/2019 11h39
Por Redação - Agência PA (SECOM)

As reuniões com secretários e dirigentes de instituições do governo e autoridades das regiões sul e sudeste do estado seguem em ritmo intenso na programação do programa Governo Por Todo o Pará, em Marabá. Os encontros desta quarta-feira (3) ocorrem no Centro de Convenções e Eventos do município e, entre as pautas, está a possibilidade de criação de um posto de atendimento dos bombeiros em Itupiranga, que, atualmente, possui 52 mil habitantes.

As discussões para o processo de instalação começaram com a chegada da sede administrativa do Estado à Marabá e serão analisadas a partir de agora. Segundo o subcomandante do Corpo de Bombeiros do Pará, coronel Alexandre Costa, já foi solicitado o levantamento do que a prefeitura pode repassar ao Corpo de Bombeiros em termos de terrenos ou imóveis para instalação da unidade.

“Depois vamos fazer o levantamento para implantar a instituição. Vamos analisar todos os aspectos, como efetivo e instalações necessárias para que tudo seja feito com segurança”, garantiu Costa.

O vereador de Itupiranga, Isaías Alves, destacou que a necessidade é muito grande, devido à distância de 70 quilômetros entre o município e Marabá. “Quando os incêndios acontecem, não temos condições de ajudar a população. Estamos no tempo do balde, temos que jogar balde cheio de água, juntar todo mundo pra tentar apagar o fogo. Isso já aconteceu diversas vezes”, lamentou.

Ainda de acordo com Isaías, a comitiva vinda da cidade comemorou a programação do Governo Por Todo o Pará e os avanços conquistados durante a reunião. “Isso é muito importante para nós, que ficamos a cerca de 600 km da sede do governo, então viemos até Marabá e encontramos o Corpo de Bombeiros para ver a possibilidade de implantar uma unidade da instituição na cidade. Está bem encaminhado, acredito que agora vamos conseguir resolver essa necessidade do município”, concluiu.

Chuvas – O município de Itupiranga decretou situação de emergência há 40 dias por conta dos alagamentos provocados pelas fortes chuvas. A comitiva da prefeitura conversou pela manhã com a direção do Corpo de Bombeiros do Pará e, segundo o subcomandante da corporação, em breve os recursos necessários serão recebidos.

“Em decorrência das fortes chuvas aconteceram alagamentos em determinadas áreas, algumas pontes e vicinais foram destruídas, então o prefeito decretou situação de emergência. A situação foi reconhecida pela Defesa Civil do Estado que já encaminhou para a Defesa Civil Nacional e os recursos serão encaminhados para essas áreas”, ressaltou Alexandre Costa.

O prefeito de Itupiranga, José Milesi, afirmou que o estado sofre com o inverno amazônico, mas, nos últimos três anos, o sul do estado tem sido bastante castigado pelo período, por isso, as prefeituras são obrigadas a pedir auxilio aos governos estadual e federal.

“Normalmente isso ocorre em fevereiro e março. A gente faz decretos de emergência, que são reconhecidos pelos órgãos competentes. Segundo o representante dos Bombeiros, o processo já está na terceira fase para recebimento dos recursos”, explicou.