Educação Fiscal é tema de Seminário para servidores e sociedade civil

11/09/2019 14h41 - Atualizada em 11/09/2019 15h38
Por Ana Márcia Pantoja (SEFA)

O "Seminário de Educação Fiscal: Podemos Mudar o Brasil?" foi encerrado, na terça-feira (10), no auditório do Banco Central do Brasil, em Belém, com a apresentação da peça “A escola do professor Mundico,”, apresentando alguns conceitos de Educação Fiscal. O evento, realizado pelo Centro Regional da Enap Norte em parceria com o Grupo Estadual de Educação Fiscal do Pará, discutiu temas relativos ao Programa Nacional de Educação Fiscal.

Durante dois dias, servidores públicos e sociedade em geral refletiram sobre temas da atualidade e as alternativas para disseminar políticas de educação fiscal e cidadania no Pará. Foram abordados temas como controle social do gasto público; a história do imposto de renda; tributação como instrumento de promoção do bem-estar da sociedade.

Também foram apresentadas diversas experiências exitosas do Programa Estadual de Educação Fiscal em municípios do Pará, como Santarém e Altamira. No Pará existem 12 grupos municipais de Educação Fiscal, incluindo o de Altamira, que foi criado este ano. "Estes eventos estimulam as pessoas a participarem, e com isso, os municípios começam a realizar eventos sobre Educação Fiscal e depois tendem a formar seus grupos municipais, expandindo as ações", explica a coordenadora da Educação Fiscal no Pará, Zilda Benjamin.     

A peça “Escola do professor Mundico” é baseada no programa do humorista Chico Anysio, encenada pelos servidores da Secretaria da Fazenda, abordando conceitos da Educação Fiscal. Fala de forma lúdica sobre temas como fiscalização do gasto público, controle social e a importância dos impostos, entre outros temas.