Imprensa Oficial lança Portal do Conhecimento no Guamá

19/08/2019 11h59 - Atualizada em 19/08/2019 13h22
Por Ailson Braga (IOE)

Uma edição do projeto Rua de Leitura marcará o lançamento oficial do projeto "Portal do Conhecimento" no bairro do Guamá. No próximo dia 23, sexta-feira, ação da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa) ocorre no bairro dentro das ações do Programa Territórios pela Paz (TerPaz), do Governo do Estado, envolvendo as escolas estaduais Governador Alexandre Zacharias de Assumpção e Barão de Igarapé-Miri. O evento ocorrerá a partir das 8h, na Travessa Barão de Mamoré. O Portal do Conhecimento trabalha uma política de acesso ao livro e à leitura, por meio da doação de obras, mas também visa sensibilizar os estudantes para o contato com a literatura, aproximando o escritor do público estudantil.

O projeto também faz parte da programação da Ioepa na 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e Multivozes que, entre outras coisas, levará às escolas escritores que vêm a Belém para participar da Feira, aproveitando a presença desses autores no evento.

A coordenadora do Portal do Conhecimento, Ellana Fiama, explica que a Rua de Leitura contará com uma programação voltada para crianças, jovens e adultos, em uma parceria com a comunidade do Guamá. A ação contará com serviços da Secretaria de Saúde do Estado (Sespa), que montará um escovódromo para as crianças, orientando sobre higiene bucal; e o Instituto Embeleze fará corte de cabelo. Pela parte da manhã a programação ocorrerá na rua e, na parte da tarde, as apresentações artísticas dos alunos e as produções culturais da escola.

Ellana FiamaA coordenadora explica que o projeto amplia as atividades do antigo Livro Solidário, com arrecadação e doação de livros. "A parceria com a comunidade do Guamá é fundamental para esse lançamento. Tanto que a biblioteca comunitária mais antiga que nós temos, o Espaço Nossa Biblioteca, é a grande parceira, além das lideranças locais e das escolas. Todos estão abraçando e apoiando o Portal do Conhecimento. É uma ação conjunta para promover a educação e a cultura de paz", conta Ellana Fiama.

Ela destaca ainda que a Rua de Leitura irá dar espaço para  premiar a produção dos artistas do Guamá: "Haverá uma premiação simbólica de reconhecimento de promoção de cultura às ações mais antigas do bairro como as quadrilhas juninas, o boi-bumbá,  o trabalho de canto, a banda da escola. Enfim, premiar todo mundo que promove a cidadania, a inclusão social e o combate à violência. "

Além do Guamá, a programação da Pan na Escola irá aos bairros do Jurunas, Cabanagem, Terra Firme e Benguí, com encontro com escritores abordando as Vozes LGBTQIA+, Afro Brasileiras, do Imaginário, da Mulher e Vozes Indígenas e Originárias.

Rede de apoio - A função do Portal do Conhecimento nesse cenário é fomentar, apoiar, valorizar e ampliar, cada vez mais, essas ações que já existem nessas redes comunitárias, levando a promoção da leitura com atividades nas escolas, centros comunitários e até mesmo hospitais, valorizando o conhecimento. "Não basta apenas implantar a biblioteca, que, claro, é importante, mas criar cultura. Por isso a gente leva escritores, atrações como a mágica, para que a biblioteca seja um lugar atraente para o público e que a comunidade reconheça aquele espaço como seu; há que se trabalhar a questão do pertencimento", opina Ellana. 

Ellana informa que está ampliando as parcerias com os escritores paraenses, os contadores de histórias, as pessoas que trabalham com a literatura há muito tempo, muitas vezes sem o suporte do Estado. "O Portal do Conhecimento é uma rede de apoio à cultura e à cadeia do livro", define a diretora da Ioepa. Ela lembra que é de vital importância a participação da população para o projeto, por meio da doação de livros.

Nas praças - Em seus planos de trabalho está o lançamento, para 2020, de uma livraria itinerante que irá para as praças e oferecerá à população em geral literatura de qualidade a baixo custo. A ideia é oferecer livros de outras partes do Brasil, além dos produtos do acervo da Imprensa Oficial do Estado, material para concursos, entre outras obras. Em relação a isso, o presidente da Ioepa, Jorge Panzera, afirma que está com a proposta de adquirir lançamentos nacionais. "A ideia é ofertar literatura atual, livros bem impressos e de muita qualidade gráfica. A população deve ter um material acessível e de excelente qualidade. Esse é o nosso projeto e vamos trabalhar para isso", opina Panzera.

Na feira - Para a 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e Multivozes o Portal do Conhecimento estará no estande da Imprensa Oficial do Estado com o tema "Criança, paz e conhecimento" e, além de programação infantil com contação de histórias, haverá sarau litero-musical, rodas de conversas, cafés filosóficos e oficinas. Haverá uma caixa para recebimento de doação de livros e outra do Pegue-Livro, que é dedicado à troca e circulação de obras literárias. "A pessoa leva um livro que já leu e troca por outro que acha interessante", conta Ellana Fiama.

A Imprensa Oficial do Estado está na 23ª Feira Pan Amazônica do Livro e das Multivozes com um estande de 50 m², um dos maiores do evento, terá cerca de 15 obras lançadas - todas editadas e impressas na gráfica da Ioepa-, com noite de autógrafos e até uma apresentação de um stand up comedy.

Serviço: As doações de livros podem ser feitas diretamente na Ioepa e também na casa dos doadores. O contato pode ser por e-mail (portaldoconhecimento@ioe.pa.gov.br) ou pelo telefone (91) 4009-7847.