Delegações de Belém e do interior participam dos JEPs 2019

17/08/2019 21h19 - Atualizada em 18/08/2019 10h51
Por Leidemar Oliveira (SEDUC)

Abertura foi na noite de quinta (15), na Escola de Educação Física. Tocha olímpica foi acesa pela aluna de Moju, Graziela FerreiraCerca de mil estudantes de escolas públicas e privadas do Pará estão em Belém para participar da 61ª edição dos Jogos Estudantis Paraenses (JEPs), que ocorre até este domingo (18). A abertura foi na noite de quinta-feira (15), na Escola de Educação Física da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Os JEPs são o segundo maior campeonato estudantil do Brasil. A competição incentiva os alunos a aprender e a exercer a cidadania através do esporte. 

Atletas, professores, técnicos, dirigentes e autoridades públicas saudaram as 27 delegações de Belém e do interior, que disputarão as medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar. “Os JEPs são um grande incentivo para que o aluno tenha na escola um ambiente de mais oportunidades. A cada ano, o nível dos atletas está mais alto, o que confere ao Pará grandes chances na etapa nacional”, comentou o coordenador do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Seduc, Fernando Silva. 

Oportunidade é o que busca a estudante do 8° ano do ensino fundamental de uma escola pública de Moju, Graziela Ferreira. Aos 14 anos, a adolescente é apaixonada por handebol, modalidade esportiva que ela pratica há um ano e meio e já lhe conferiu o terceiro lugar no Campeonato Paraense. Na abertura do evento, ela viveu a emoção de participar do revezamento da tocha olímpica. “Fiquei muito emocionada. Quero jogar com alegria e dedicação pra alcançar o primeiro lugar”, diz Graziela. 

A condução da tocha com o fogo olímpico ocorreu logo após a apresentação das delegações. Em nome de todos os estudantes, a aluna Rosana Machado, do município de Breves, proferiu o juramento de competir com lealdade e respeitar todas as regras da competição, com verdadeiro espírito esportivo. 

Secretária de Educação, Leila Freire, participou da abertura e destacou a importância do esporte para os jovensPresente à cerimônia, a secretária de Estado de Educação, professora Leila Freire, destacou a importância dos jogos para a integração dos jovens à sociedade. “Que sirvam para receber talentos no mundo do esporte, em especial, com atividades que integram educação e paz”, comentou. 

Para os treinadores, o momento é de muita expectativa. Professor de Educação Física em uma escola de Breves, o educador Magno Castro conta que os JEPs são um momento muito esperado pelas escolas. A delegação da cidade participa dos jogos com 93 componentes divididos em 8 equipes de 14 a 17 anos. 

“Esperamos mostrar o resultado do projeto Escola Esportiva que já desenvolvemos no município e, quem sabe, ter a honra de sairmos medalhistas”, diz o professor. Este ano, os atletas disputam nas modalidades handebol, voleibol, futsal e basquetebol.