Caratecas do Pará voltam com medalhas do Pan-Americano de Karatê

14/08/2019 14h39 - Atualizada em 16/08/2019 12h06
Por Bianca Rodrigues (SEEL)

Os representantes do Pará fizeram bonito no Pan-Americano de Karatê da JKA, disputado em Bogotá, capital da Colômbia, no último fim de semana. Nicolas Magalhães, Arthur Castilho, Péricles Nogueira, Lívia Vale, Bruna Magalhães e João Lima, foram apoiados pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e conquistaram nove medalhas, sendo cinco ouros, duas prata e dois bronzes em solo colombiano.

“Nossos caratecas têm um excelente histórico em competições, a prova disso está nas conquistas que eles trazem a cada viagem. Nós nos orgulhamos em poder contribuir com a participação deles em competições importantes como esta”, conta Arlindo Silva, titular da Seel.

Entre os destaques da delegação paraense está a jovem Lívia Vale, que conquistou duas medalhes de ouro, na categoria kata e kumite, respectivamente. Além do segundo lugar no kumite por equipes.

Nicolas Lobo, de 13 anos, conquistou ouro e prata no torneio pelas categorias kata e kumite, respectivamente. Mesmo com a pouca idade, ele tem experiência em diversas competições, como o Campeonato Brasileiro Karate JKA 2019, realizado em Porto Alegre, onde ganhou prata no kata e bronze no kumite.

“O Pan é um campeonato gigante e é incrível fazer parte da Seleção Brasileira. O fator determinante para a vitória foram os treinos. Treinei muito mais que no ano passado quando não tinha conseguido chegar ao pódio. Agradeço à todos que estiveram comigo, me apoiando”, disse o carateca.

O carateca Arthur Castilho, na qual luta desde os cinco anos, também subiu no lugar mais alto do pódio, disputando pela categoria kumite, o atleta conquistou ouro na modalidade.  

Em sua segunda participação em um Pan, o atleta Péricles, de 12 anos, conquistou o primeiro lugar, na categoria kata. No torneio, o carateca disputou primeiro com um colombiano e um argentino e na final, seus adversários eram um brasileiro e um venezuelano. Nessas lutas o atleta venceu por pontuação. “O nível estava muito alto, só tinha os melhores competidores de cada país. Mas treinei muito de segunda a domingo e fiquei confiante, dei o meu melhor e a vitória veio”, disse Péricles.

Outros experientes na competição é a atleta Bruna Magalhães e João Lima, onde a carateca Bruna, em 2018, foi campeã no kumite individual e no kumite por equipe. Em Lima, ganhou bronze. “A competição foi boa, ganhei as duas primeiras lutas sem levar nenhum soco, não tive nenhuma lesão, isso é muito bom, na última luta não consegui ganhar, mas faz parte, agora é focar no Brasileiro do ano que vem e para o Mundial, no Japão”, afirma Bruna.

Já João, integrante do programa Bolsa Talento da Seel, foi o único representante do Pará na Seleção Principal Adulto deste ano, na disputa em equipes obteve bronze.

O II Campeonato Pan-Americano de Karatê-do JKA foi organizado pela Japan Karate Association (JKA) do Brasil, e ocorreu nos dias 9, 10 e 11 de agosto.