Fundação ParáPaz oferece serviços gratuitos na Ação Cidadania em Oriximiná

01/08/2019 17h09 - Atualizada em 01/08/2019 20h18
Por Tayná Horiguchi (COSANPA)

A Ação Cidadania - evento realizado pela Fundação ParáPaz, em parceria com outros órgãos do Estado -, oferece até esta sexta-feira (2) vários serviços gratuitos à população de Oriximiná, no oeste paraense. Em um único espaço, na sede municipal, a população tem acesso a emissão de documentos, atendimento na área de saúde e serviços de beleza.

Entre os serviços ofertados, a maior procura foi pela emissão da carteira de trabalho. Jean Oliveira de Souza, 21 anos, morador da sede municipal, foi o primeiro da fila. "Pra não perder oportunidade de emprego, alguns amigos já foram até pra Parintins (AM), porque aqui não tem", disse ele, que já perdeu duas vagas de emprego por não ter carteira de trabalho. Ao receber o documento, Jean agradeceu e comemorou: "Esperei anos por esse dia, e finalmente ele chegou!".

A presidente da Fundação ParáPaz, Ray Tavares, reforçou o empenho do governo do Estado para atender as demandas das populações mais distantes da capital. "A Fundação ParáPaz é um braço de ação cidadania do Governo, e Oriximiná tem uma demanda reprimida de alguns serviços que há mais de seis anos não recebia emissão de documentos. Por isso estamos aqui disponibilizando vários órgãos nesses dois dias de atendimento", ressaltou.

No espaço da Companhia de Abastecimento do Pará (Cosanpa), os serviços mais procurados foram os de beleza, como design de sobrancelhas, maquiagem e manicure. A demanda - que pode causar estranheza devido ao setor atendido pela Cosanpa -, se justifica pelos cursos de capacitação profissional oferecidos pela Companhia nos municípios onde está com obras em andamento. O objetivo é contribuir com o desenvolvimento da região e dos moradores que vivem nos locais onde as obras estão sendo realizadas.

Profissionais capacitados em cursos oferecidos pela Cosanpa participam do eventoAs profissionais que trabalharam usando a camisa da Cosanpa já foram alunas dos cursos realizados em Oriximiná, e aproveitaram a oportunidade para colocar em prática o aprendizado. Ana Procópio, que antes da capacitação era dona de casa, se profissionalizou. "Trabalho como designer de sobrancelhas e estou iniciando a maquiagem. Todos cursos oferecidos pela Cosanpa. Desde então, muita coisa mudou na minha vida, da questão financeira até minha autoestima. Minha vida ficou corrida. Agora eu tenho clientes, e fui me aperfeiçoando. Hoje, me sinto muito segura e realizada", disse Ana Procópio.

Além dos serviços de beleza, a Cosanpa ofereceu negociação de débitos aos clientes que quiseram quitar dívidas sem juros e multas, além do cadastro para recebimento de hidrômetros, que serão instalados quando o novo sistema de abastecimento de água entrar em operação.

"As ações sociais da Cosanpa acompanham o andamento das obras. Realizamos atividades de educação ambiental nas escolas, palestras, visitas técnicas e cursos de capacitação profissional para jovens e adultos. O objetivo é que ir além da obra de saneamento básico. Nossa ideia é beneficiar moradores de todas as faixas etárias. Falamos também sobre a preservação do meio ambiente e queremos contribuir para o desenvolvimento do município como um todo", informou Lene Oliveira, assessora de Programas Sociais da Companhia.

A dona de casa Rita Canto deixou as tarefas domésticas de lado para ter um dia dedicado só aos cuidados com o próprio corpo. "Eu nunca tinha visto uma ação como essa em Oriximiná. Os serviços da Cosanpa estão sendo muito procurados pela comunidade. Fiz a unha e vou fazer a sobrancelha. Se tivesse tempo e mais coisas, faria tudo", afirmou.Os cuidados com a beleza foram os serviços mais procurados no espaço da Cosanpa

Serviços gratuitos - Claudia Barbosa chegou cedo, com toda a família, para aproveitar os serviços. "Fiz exame de HIV, consultei com médico, tomei vacina e agora estou esperando para fazer unha e sobrancelha. Vou passar o dia todo para fazer tudo o que der", disse.

Desde 2017, o professor Arlisson Cardoso tentava retirar a 2ª via da carteira de trabalho. Ele perdeu todos os documentos em um incêndio, e em Oriximiná o serviço ainda não é oferecido regularmente. Quando soube da Ação Cidadania saiu da comunidade onde mora, Santo Antônio Jatuarana, a 22 a quilômetros da sede municipal. "Quando ia até os outros municípios para retirar minha carteira, ou não tinha o papel para impressão ou o sistema estava fora do ar. Demorou, mas agora consegui. Estou muito feliz!", assegurou.

Muita gente aproveitou a ação para conseguir novos documentosAlém da carteira de trabalho, foram emitidos carteira de identidade, certidão de nascimento e carteirinha do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em Oriximiná, a Ação Cidadania foi realizada nesta quinta-feira (1º) e prossegue na sexta-feira (2), das 8 às 17 h, no espaço Júnior Ferrari, com a participação de equipes do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Seaster (Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda), Defensoria Pública, Cosanpa, Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), Jucepa (Junta Comercial do Pará), Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública), Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Fundação Hemopa, Polícia Civil e Delegacia Regional do Trabalho.

Abastecimento - As obras do novo sistema de abastecimento de água em Oriximiná seguem em ritmo acelerado. O projeto de 2007 não foi concluído pelas gestões anteriores. As obras foram retomadas e, até o momento, cerca de 30% já estão concluídos.

Além da captação de água no Rio Trombetas, a obra inclui construção da Estação de Tratamento, de salas de química, bomba e operador, reservatórios apoiados e elevados, cerca de 42 quilômetros de rede e ligações domiciliares. A previsão é que o sistema de abastecimento seja entregue no segundo semestre de 2020. (Colaboração de Nathalia Mota).