Prazo para colocação de lacres nos veículos encerra nesta quarta (31)

29/07/2019 15h24 - Atualizada em 29/07/2019 16h12
Por Eduardo Vilaça (DETRAN)

Nesta quarta-feira (31) encerra o prazo para os condutores que ainda não lacraram seus veículos se regularizarem. No total, já foram 6.714 veículos lacrados somente na sede do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA), desde o dia 26 de junho, quando o dispositivo de segurança chegou ao órgão. Vale lembrar que, por um atraso na licitação, ainda na gestão anterior, o Detran ficou dois meses sem o serviço.

A última portaria foi publicada no Diário Oficial no dia 5 de julho. Ela prorrogou a orientação aos agentes de fiscalização de trânsito do Detran para não efetuarem autuações em todo o Estado pela falta do lacre em veículos, desde que eles estejam devidamente emplacados e licenciados, dando a data-limite de 31 de julho para a regularização. É importante, portanto, que os proprietários fiquem atentos ao prazo para não serem autuados após essa data.

Desde que a portaria foi lançada o órgão recebeu um reforço no efetivo de funcionários, inclusive com a cessão de servidores do Corpo de Bombeiros, além de estender o horário de atendimento ao público. Uma média de 350 a 400 veículos eram lacrados por dia. Desde a última semana, no entanto, essa média vem sofrendo uma redução.

O diretor-geral do Detran, Marcelo Lima Guedes, afirma que não há necessidade de prorrogar mais uma vez a portaria. Foi feito um comparativo pelo setor de logística para estudar as demandas de anos anteriores e, por isso, a autarquia disponibilizou uma remessa de 80 mil lacres para atender aos proprietários que ficaram sem este dispositivo em seus veículos. "A maior necessidade, agora, é que as pessoas venham ao Detran para lacrarem seus veículos, sendo que existe um reforço de funcionários e um prolongamento de horário para atender toda demanda", comenta Guedes.

O horário de funcionamento no setor de vistoria, na sede do órgão, na rodovia Augusto Montenegro, ainda continua de 8h às 14h, com a possibilidade do expediente se estender até 16h, para que os usuários que cheguem na fila até às 14h possam ser atendidos.

Colaboração: Patrick Abreu