Notas


Servidores da Fasepa recebem qualificação sobre novo método educacional

05/07/2019 15h00
Por Alberto Passos (FASEPA)

Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) deu mais um passo, nesta sexta-feira (05), em direção à qualificação e ao aprimoramento dos processos de trabalho junto aos adolescentes e jovens autores de atos infracionais no Estado. Os servidores participaram de uma ambientação, no auditório da instituição, que trará uma nova metodologia desenvolvida pela Escola da Inteligência baseada na teoria criada pelo médico e pesquisador Augusto Cury.

Além da equipe multidisciplinar da Fasepa e os próprios internos, a intenção é que outros profissionais da rede intersetorial também participem dos debates que serão realizados ao longo do ano. Com o conteúdo programático sistematizado, a Fundação norteará suas ações pedagógicas tomando como base os princípios da teoria da Inteligência Multifocal, que tem entre seus pilares valores, como envolvimento, compromisso, ética, conhecimento, controle emocional, trabalho em equipe, respeito, outros.

A consultora educacional Karla Lopes explica que "a intenção é que nós possamos ter agentes multiplicadores nesses espaços e potencializar aquilo que estamos propondo, que é o desenvolvimento da educação socioemocional, tão urgente e necessária para estabelecer essas relações de forma mais saudável", destacou. "É importante que as pessoas estejam emocionalmente saudáveis, para que possam se cuidar, reduzir os níveis de adoecimento, sofrimento, ansiedade, angustia e frustração dos nossos jovens", ressaltou Lopes.