Notas


Presos policiais militares e um civil indiciados por homicídio em Parauapebas

24/07/2019 12h05
Por Walrimar Santos (PC)

As Polícias Civil e Militar deram cumprimento, nesta quarta-feira (24), aos mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça contra dois policiais militares e um civil, em Parauapebas, sudeste do Pará. Eles estão indiciados em inquérito como autores de um homicídio ocorrido no mês de março deste ano, no município. Os presos são os PMs Cosme Neto Souza Medeiros e Artur Sampaio Pinheiro Martins. Outro policial militar está sendo procurado. Foi preso também Marcelo Silva Cardoso, que não é policial.

As prisões foram efetuadas por policiais civis da DCrif (Divisão de Crimes Funcionais da Corregedoria da Polícia Civil), em conjunto com policiais civis da Superintendência Regional de Marabá e da Seccional de Parauapebas, e policiais militares da Corregedoria da Polícia Militar. O crime que deu origem às investigações foi o assassinato de Lucas Sampaio de Oliveira, 18 anos, encontrado morto a tiros, no dia 11 de março deste ano, em uma área de mata, no bairro Montes Claros, em Parauapebas. A vítima estava desaparecida havia dois dias.

Com o andamento das investigações, os acusados do crime foram identificados e tiveram os mandados de prisão solicitados e posteriormente decretados pela Justiça. Após os cumprimentos dos mandados de prisão, os indiciados foram conduzidos à Seccional de Parauapebas, de onde foram encaminhados para passar por exames periciais de corpo de delito no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves da região. Logo após eles serão recolhidos e ficarão à disposição da Justiça.